Temer se despede e embarca para São Paulo, onde vai morar

Ex-presidente foi acompanhado pela equipe de ministros até a Base Aérea de Brasilia, onde recebeu cumprimentos

Já como ex-presidente, Michel Temer embarcou no fim da tarde desta terça (1º) com a mulher Marcela para a capital paulista. Sua equipe de ministros o acompanhou até a Base Aérea de Brasília para as despedidas. O ex-presidente recebeu cumprimentos, abraços e uma recordação da equipe. Ele e a família voltam a morar em São Paulo, na casa que possuem no bairro de Pinheiros.

Antes de transmitir a faixa para o novo presidente Jair Bolsonaro, Temer posou para uma foto com toda a equipe ministerial e aliados do MDB no gabinete que ocupou durante os dois últimos dois anos e meio. Sorrindo, Temer aparece com a faixa presidencial.

Leia também:
Após reprovação recorde, Temer encerra governo com rejeição em queda, mostra Datafolha
Temer é vice querido, disse Dilma na posse em 2015
Três denúncias contra Temer serão remetidas à 1ª instância


No dia 19, na última reunião com os ministros, Temer brincou que sentirá falta do “Fora, Temer”, bordão das manifestações que ocuparam as ruas no período do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"Havia manifestações no início do nosso governo, mas uma manifestação política. Eu até vou sentir muita falta do 'Fora, Temer'. Quando falavam 'fora' era porque eu estava dentro. Agora estarei fora mesmo", disse o ex-presidente na ocasião, provocando risos na plateia. Ele afirmou ainda, em suas últimas entrevistas, que não ocuparia cargos públicos e que pretendia se dedicar a escrever livros e, eventualmente, pareceres jurídicos .

Michel Temer passa a faixa presidencial para o novo presidente, Jair Bolsonaro

Michel Temer passa a faixa presidencial para o novo presidente, Jair Bolsonaro - Crédito: Marcelo Camargo/Agencia Brasil

Veja também

Criticado por postura na pandemia, Bolsonaro faz passeio de motocicleta em Brasília
Planalto

Criticado por postura na pandemia, Bolsonaro faz passeio de motocicleta em Brasília

Após esquerda, grupos à direita promovem carreatas contra Bolsonaro
Impeachment

Após esquerda, grupos à direita promovem carreatas contra Bolsonaro