Temer se reúne com ministros das áreas econômica, política e de infraestrutura

A expectativa é que o governo anuncie ainda hoje a revisão da meta fiscal para este e o próximo ano

Michel Temer Michel Temer  - Foto: Mauro Pimentel/ AFP

O presidente Michel Temer iniciou a segunda-feira (14) em reunião com ministros das áreas econômica, de infraestrutura e do núcleo político do governo, no Palácio do Planalto. A expectativa é que o governo anuncie ainda hoje a revisão da meta fiscal para este e o próximo ano.

Na semana passada, Temer fez reuniões com ministros e parlamentares para definir em quanto vai aumentar a meta de déficit primário. Na última quinta-feira (10), após um desses encontros no Palácio do Planalto, os ministérios da Fazenda e do Planejamento informaram que os debates seriam retomados hoje. Mas já no fim de semana o presidente esteve com os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira.

O déficit primário é o resultado negativo nas contas do governo, desconsiderando os juros da dívida pública. Originalmente, a meta de déficit estava fixada em R$ 139 bilhões para este ano e em R$ 129 bilhões para o próximo. No entanto, a arrecadação ainda em queda e uma série de frustrações de receitas dificultaram o cumprimento da meta original.

Leia também:
Planalto diz que Temer não participa de discussões sobre reforma política
Dodge tem que se explicar sobre encontro com Temer, diz procurador da Lava Jato
Cinco dias após encontro com Temer, Dodge diz que pediu agenda por e-mail


Participam da reunião de hoje com o presidente os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, do Planejamento, Dyogo Oliveira, de Minas e Energia, Fernando Coelho, da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, e da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy.

Veja também

Apoiadores de Bolsonaro convocam caravanas pelo país a favor de Arthur Lira e voto impresso
Bolsonaro

Apoiadores de Bolsonaro convocam caravanas pelo país a favor de Arthur Lira e voto impresso

Aliados de Tebet põem sua força em dúvida e dão prazo para nome decolar
Senado

Aliados de Tebet põem sua força em dúvida e dão prazo para nome decolar