Temer vai à Ásia em busca de parcerias e investimentos

Presidente participará da 8ª Cúpula do Brics, na Índia, e terá compromissos no Japão

Um Amor InesperadoUm Amor Inesperado - Foto: Alpha Filmes/Divulgação

O presidente Michel Temer viaja à Ásia nesta sexta-feira (14) para vários encontros com líderes e empresários da região. Participará da 8ª Cúpula do Brics (bloco econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em Goa, na Índia, e em seguida terá compromissos com o governo indiano, além de uma viagem ao Japão. As informações são da Agência Brasil.

"Os Brics mantêm cooperação com diversos temas, com destaque à área financeira. Em Goa, assinaremos acordos de cooperação alfandegária, pesquisa agrícola e cooperação ambiental", disse ontem o porta-voz do governo, Alexandre Parola, no Palácio do Planalto.

Após a Cúpula do Brics, Temer "reforçará laços" com a Índia em encontro com integrantes do governo e empresários do país. Segundo Parola, a viagem será uma oportunidade de mostrar o que o governo chama de "um novo Brasil", com "oportunidades de investimento, estabilidade e responsabilidade fiscal".
No Japão, Temer será recebido pelo primeiro-ministro Shinzo Abe. Será a primeira visita ao Japão de um chefe de Estado brasileiro em 11 anos. "Em seguida, terá um encontro com empresários, onde será apresentada a nova realidade econômica brasileira e as oportunidades abertas pelo Plano de Parcerias de Investimentos", disse Parola. Temer volta ao Brasil no dia 20 de outubro.

Reforma da previdência
Segundo o porta-voz do governo, o presidente vai tratar da reforma da Previdência após voltar da viagem à Ásia. Temer pretende conversar com o Congresso, sindicatos e sociedade civil sobre o tema para "discutir o mais amplamente possível" a questão, de acordo com Parola.

"O governo do presidente Michel Temer busca a equidade e a justiça do sistema previdenciário. Todos devem ser tratados de forma igual e sem privilégios. À luz desse princípio geral de equidade, um detalhamento será feito quando a proposta estiver fechada e amplamente discutida com a sociedade brasileira", disse o porta-voz.

Veja também

YouTube bloqueia vídeo de campanha de Russomanno por desrespeitar direitos autorais da Fifa
SÃO PAULO

YouTube bloqueia vídeo de Russomanno com imagens da Fifa

Analistas avaliam que pesquisa mostra consolidação de Campos e disputa dura por 2º lugar
PESQUISA FOLHA/IPESPE

Analistas avaliam que pesquisa mostra consolidação de Campos e disputa dura por 2º lugar