Tempo ficou curto em um debate só

De Geraldo para Daniel: “Ele pensa que o facebook dele é o jogo da verdade”

Polícia Federal- A lei é para todosPolícia Federal- A lei é para todos - Foto: Divulgação

Eles não esperaram nem o segundo bloco. No primeiro, ainda que com tema definido, a propósito, as farpas já foram arremessadas. Houve quem apostasse que o único debate de TV da campanha eleitoral no Recife, promovido pela Globo Nordeste, que deu-se a três dias do pleito, pudesse ser “engessado”. Mas não demorou para que os candidatos “lavassem a roupa suja” no ar. Se Geraldo Julio e João Paulo abriram o confronto, que resultou no petista lembrando que o socialista participou de sua gestão, Daniel deu prosseguimento, grifando que Geraldo aplicara R$ 26 milhões apenas no seu gabinete. Ao tachar de “inverdade”, o prefeito afirmou que o tucano custa o dobro, enquanto deputado federal, e provocou: “E olhe que é para fazer quase nada como deputado federal”. Tema espinhoso para o prefeito ao longo da campanha, o Uber foi introduzido pelo próprio. Por uma razão: Geraldo trazia, como carta na manga, o projeto, de autoria de Daniel Coelho, que versa sobre transporte escolar e transporte remunerado não licenciado. Ao expor o PL 5446/2016, Geraldo acusou o tucano de querer impor multa e punições ao transporte remunerado não licenciado, ainda que Daniel proponha regulamentar o Uber. Por dois blocos, Geraldo acabou isolado pelos concorrentes. Se Priscila e Daniel Coelho levantaram a bola um para o outro cortar, João Paulo cuidou de dirigir, praticamente, todas as suas perguntas à democrata, que não esperava. “Para mim foi surpresa”, observou ela. Teve pedido de direito de resposta de Daniel, que não foi atendido. Ele recomendou que o telespectador checasse mais informações em seu facebook. Geraldo, ao final, disse que esperava que o debate tivesse se restringido às propostas. O tempo parece ter ficado curto em um debate só.

De Geraldo para Daniel: “Ele pensa que o facebook dele é o jogo da verdade”

Geraldo opina
Indagado sobre o déficit de debates, ao final da gravação, Geraldo Julio, fez, à coluna, a seguinte avaliação: “Olha, a eleição foi mais curta. A decisão não é minha de fazer ou não fazer debate. São as emissoras de rádio e TV que fazem ou não fazem debate. O debate que fui convidado estou aqui”.

Mais um momento > O senhor considera que a quase ausência de debates é prejudicial ao pleito? Geraldo devolve: “É mais um momento importante da campanha. As visitas de rua, as atividades de rua, o programa de televisão, de rádio, o debate, entrevistas que a gente faz, acho que tudo é importante”, resume o gestor da Capital.

Na minha > Ainda que tenha acompanhado o prefeito durante o debate, o governador Paulo Câmara preferiu não dar entrevistas na saída. “Hoje é Geraldo”, avisou. Indagado se o candidato dele teria vencido o debate, o chefe do executivo estadual, bem-humorado, sapecou: “De lavada!”.

Expectativa > Ao ver as regras do debate, a equipe de Priscila Krause imaginou até que ela pudesse não ser tão perguntada, o que não seria positivo para a democrata, que já passou a campanha com pouco tempo de TV: 37 segundos. Mas, na hora H, João Paulo só queria perguntar a ela.

Realidade > João Paulo explica: “Preferi Priscila, que estava mais ponderada, mais equilibrada e eu tinha mais espaço para apresentar as minhas propostas”. Considerou que Geraldo estava “entrando em muitas contradições do que ele dizia por si mesmo”. E Daniel estava “muito raivoso”.

Astrologia > João Paulo, como de costume, tem hora certa para votar: às 14h18. Vai acompanhar o filho mais novo, Pedro Vinícius, que dará seu primeiro voto. O petista vota no IEP, em Santo Amaro.

DNA > Falecido em novembro de 2015, o ex prefeito de Belo Jardim e ex-deputado federal Arnaldo Maciel tem um herdeiro político no pleito deste ano, o neto André Maciel, que estreia entre os postulantes da nova safra. Concorre pelo PEN.


Veja também

Abraham Weintraub é reeleito como diretor executivo no Banco Mundial por mais dois anos
Brasil

Abraham Weintraub é reeleito como diretor executivo no Banco Mundial por mais dois anos

Covas tem 26%, Russomanno, 20%, e Boulos e França empatam em terceiro, diz Ibope
SÃO PAULO

Covas tem 26%, Russomanno, 20%, e Boulos e França empatam em terceiro, diz Ibope