A-A+

Toffoli diz que segurança jurídica é fundamental para o país

Presidente do STF, Dias Toffoli ainda disse que foi institucionalizado o núcleo de repercussão geral no Supremo

Ministro Dias Toffoli, presidente do STF, acredita que o judiciário continuará com papel pacificadorMinistro Dias Toffoli, presidente do STF, acredita que o judiciário continuará com papel pacificador - Foto: Felipe Sampaio / STF

O ministro Dias Toffoli, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta terça-feira (23) que a segurança jurídica é fundamental para o desenvolvimento do Brasil.

"A sociedade quer e cobra do Poder Judiciário a previsibilidade e a segurança jurídica", afirmou. "Isso é fundamental para o desenvolvimento do país e para garantir que nós saberemos o que pode acontecer", acrescentou.

Ele disse que o STF já institucionalizou o núcleo de repercussão geral no Supremo para priorizar julgamentos que possam ter efeito sobre outros processos.

Leia também
Após declaração de Eduardo Bolsonaro sobre STF, Eymael acena a Haddad
Rosa Weber diz que juízes 'não devem se abalar', após fala de Eduardo Bolsonaro  
Em carta, Bolsonaro elogia Celso de Mello e diz prestigiar STF
'Já adverti o garoto', diz Bolsonaro sobre filho ter falado em fechar STF

O objetivo, segundo ele, é dar celeridade na análise desses recursos. Dias Toffoli destacou que o STF deve ter mais integração com outros tribunais para aumentar a eficiência do Judiciário. As declarações foram feitas em evento em Brasília. O ministro saiu sem dar entrevistas.

Veja também

Bolsonaro vira 'criminoso climático' em ação nas ruas de NY antes de Assembleia da ONU
ONU

Bolsonaro vira 'criminoso climático' em ação nas ruas de NY antes de Assembleia da ONU

Sindicato acusa Prevent Senior de forçar médicos a falar que receitaram cloroquina por conta própria
CPI

Sindicato acusa Prevent Senior de forçar médicos a falar que receitaram cloroquina por conta própria