Rio de Janeiro

Toffoli nega recurso e mantém Witzel afastado do Governo do Rio

O político é acusado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) de participar de um esquema de desvio de recursos públicos

Wilson WitzelWilson Witzel - Foto: Reprodução / Globonews

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, rejeitou nesta quarta-feira (9) o recurso de Wilson Witzel (PSC) para reassumir o Governo do Rio de Janeiro.

A defesa de Witzel pedia ao STF que a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) de afastar Witzel do cargo fosse revogada.

O político é acusado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) de participar de um esquema de desvio de recursos públicos que seriam destinados ao combate à pandemia do novo coronavírus.
 

Em 28 de agosto, Witzel foi retirado do cargo por decisão do ministro Benedito Gonçalves e a pedido Procuradoria.

Em 2 de setembro, a corte especial do STJ referendou a decisão individual de Benedito por 14 a 1 e manteve o afastamento do cargo por 180 dias.

Veja também

Movimentação moderada em local com mais de 6 mil eleitores na Zona Oeste do Recife
Eleições 2020

Movimentação moderada em local com mais de 6 mil eleitores na Zona Oeste do Recife

Com Covid, Boulos aparece na sacada de sua casa com cartaz 'Vamos virar'
Eleições 2020

Com Covid, Boulos aparece na sacada de sua casa com cartaz 'Vamos virar'