política

Toffoli pegou ácaro de ar-condicionado do STF

Presidente da corte foi internado no domingo com pneumonite alérgica

Dias Toffoli, presidente do STFDias Toffoli, presidente do STF - Foto: Reprodução/Instagram

A pneumonite alérgica que levou o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a ser internado no domingo (9) foi causada por ácaros do ar-condicionado do prédio do tribunal.

"Constatamos que a pneumonite foi causada por uma hipersensibilidade a ácaros ambientais", afirma a cardiologista Ludhmilla Abrahão Hajjar, médica da equipe que acompanha Toffoli desde que ele deu entrada no hospital DF Star, na capital federal, após sentir um mal-estar.

Desconfiada de que essa seria causa, a médica solicitou uma vistoria nos dutos de ventilação do prédio do STF.
Boletim divulgado pelo hospital afirma que o magistrado está bem, mas ainda não tem previsão de receber alta médica.

 



Toffoli também fez teste para o diagnóstico de Covid-19, mas o resultado foi negativo para o novo coronavírus.
Essa é a terceira vez que o presidente do STF passa pelo hospital neste ano.

Na primeira vez, em maio, Toffoli passou por uma cirurgia, também em Brasília, para a drenagem de um abscesso.
Após o procedimento, ele ficou internado com sintomas que sugeriram infecção pelo novo coronavírus. Na época, o exame também deu negativo.

Já em julho, Toffoli sofreu uma queda em casa e bateu a cabeça. O ministro teve um corte na testa e precisou de uma sutura. Ele não precisou ficar internado em decorrência da queda.

Veja também

Justiça Eleitoral já registrou mais de 55 mil pedidos de candidaturas
Eleições 2020

Justiça Eleitoral já registrou mais de 55 mil pedidos de candidaturas

Barroso defende trabalho da imprensa no combate à desinformação
STF

Barroso defende trabalho da imprensa no combate à desinformação