POR UNANIMIDADE

TSE aprova pedido de fusão de DEM e PSL e permite criação do União Brasil

Novo partido terá as maiores fatias dos fundos partidário e eleitoral e do tempo de propaganda na TV e rádio

Tribunal Superior EleitoralTribunal Superior Eleitoral - Foto: TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou por unanimidade nesta terça-feira (8) o pedido de fusão do DEM e PSL, para formar o União Brasil. O relator do processo na Corte é o ministro Edson Fachin, que votou de maneira favorável à integração dos partidos. 

Em seu voto, Fachin afirmou ter verificado o cumprimento de todos os requisitos necessários para que a fusão fosse aprovada.

Com o pedido seja aprovado, o União Brasil passa a ser o partido com maior bancada na Câmara. Também terá a maior fatia dos fundos partidário e eleitoral, e do tempo de propaganda eleitoral na TV e rádio, o que faz ser cortejado por alguns presidenciáveis.

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro, por exemplo, pode trocar o Podemos pelo União Brasil. O presidente Jair Bolsonaro, que vai tentar a reeleição, também tenta uma aproximação com o partido resultante da fusão, podendo abrir mão de candidaturas de bolsonaristas nos estados em prol de integrantes da nova sigla.

Veja também

Depoimentos do processo de cassação de Gabriel Monteiro tiveram seu sigilo suspenso
JUSTIÇA

Depoimentos do processo de cassação de Gabriel Monteiro tiveram seu sigilo suspenso

Entenda as regras para candidatos e partidos na campanha eleitoral
Eleições 2022

Entenda as regras para candidatos e partidos na campanha eleitoral