A-A+

TSE realiza em Brasília seminário sobre fake news e eleições

Em 24 horas, foram preenchidas todas as 300 vagas do auditório principal do TSE

Tribunal Superior Eleitoral (TSE)Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizará nos dias 16 e 17 de maio, com apoio da União Europeia, o Seminário Internacional Fake News e Eleições, em Brasília. O objetivo é debater as implicações das notícias falsas, seus efeitos no processo eleitoral e formas de impedir ou minimizar a divulgação de fake news nas eleições municipais de 2020.

Em 24 horas, foram preenchidas todas as 300 vagas do auditório principal do TSE. Como o tribunal continua a receber pedidos de inscrições, os organizadores decidiram abrir outro auditório, com capacidade para 132 pessoas, que assistirão a transmissão do evento por meio de telão. Já está em estudo o uso de um terceiro auditório, onde até 72 pessoas também poderão acompanhar o seminário por um telão.

O seminário será aberto pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber. Estarão na mesa de abertura a chefe-adjunta da Delegação da União Europeia no Brasil, ministra Claudia Gintersdorfer, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a procuradora-geral Eleitoral, Raquel Dodge, e o presidente do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz. O secretário-geral da Federação Europeia de Jornalismo (EFJ), Ricardo Gutiérrez, fará a palestra magna.

Leia também:
Bolsonaro escolhe Sérgio Banhos ministro do TSE
Conclusões de inquérito sobre fake news vão para o Ministério Público, diz Toffoli
TSE reprova contas partidárias do PT relativas a 2013


Participarão do evento dirigentes do Facebook, Google, Twitter e WhatsApp; especialistas do Departamento Federal de Investigação dos EUA (FBI), da Polícia Federal e do Poder Judiciário, além de representantes da imprensa, de universidades e de institutos de checagem nacionais e internacionais.

Veja também

'A médica estava constrangida, mas disse que Kit Covid é o protocolo da Prevent', relata jornalista
Denúncia

'A médica estava constrangida, mas disse que Kit Covid é o protocolo da Prevent', relata jornalista

Presidente destaca, na ONU, ações do Brasil na transição energética
Nações Unidas

Presidente destaca, na ONU, ações do Brasil na transição energética