UE expressa a Bolsonaro disposição de 'reforçar' cooperação

Líderes lembraram negociações em curso sobre Acordo de Associação UE-Mercosul

Donald Tusk, presidente do Conselho EuropeuDonald Tusk, presidente do Conselho Europeu - Foto: Ben Stansall/AFP

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e seu homólogo da Comissão, Jean-Claude Juncker, expressaram a Jair Bolsonaro sua disponibilidade para "reforçar" a cooperação durante o seu mandato presidencial no Brasil a partir de 1º de janeiro, numa carta de parabéns divulgada nesta segunda-feira (5). "A UE e o Brasil mantêm há muito tempo uma parceria estratégica que ajudou a desenvolver uma ampla cooperação em questões bilaterais e multilaterais de interesse comum", escrevem os dois líderes da UE na carta datada de 31 de outubro.

Entre as questões citadas na curta missiva, Juncker e Tusk citam comércio, defesa e energia, bem como "a proteção do meio ambiente e dos direitos humanos". "Estamos prontos para continuar e reforçar esta parceria durante a sua presidência em benefício dos nossos cidadãos, incluindo no contexto das negociações em curso sobre o Acordo de Associação UE-Mercosul", concluem.

A carta de felicitação contrasta com a primeira reação da Comissão Europeia às eleições de domingo, 28 de outubro. Depois de recordar sua disposição de cooperar com o futuro presidente, a porta-voz da Comissão, Natasha Bertaud, encorajou Bolsonaro, um dia depois de sua vitória, a trabalhar "para consolidar a democracia" no Brasil. Apesar de isso ser comum na maioria das cartas, os presidentes evitaram, no caso de Bolsonaro, publicá-las em suas contas no Twitter. As próprias instituições levaram vários dias para divulgá-la.

Leia também
Líderes da direita na Europa desejam boa sorte a Bolsonaro
Representante da UE vê 'fadiga democrática' em triunfo de Bolsonaro
Após declarações de Bolsonaro, Egito cancela viagem de comitiva brasileira
O mundo reage à eleição de Bolsonaro à Presidência da República

Veja também

Ex-assessora de Baleia Rossi é investigada por suspeita de caixa dois no interior de SP
DIRETÓRIO ESTADUAL

Ex-assessora de Baleia Rossi é investigada por suspeita de caixa dois no interior de SP

Arthur Lira se consolida pelo comando da Câmara dos Deputados
EDMAR LYRA

Arthur Lira se consolida pelo comando da Câmara dos Deputados