Vereadores do Recife cobram lei 13.022

Em seu discurso, o legislador cobrou ainda a melhoria nas condições de trabalho e defendeu que a Guarda Municipal pode, diante do estado atual da segurança, com o “pacto pela vida totalmente falido”, servir como “refúgio para esse cidadão e esse turista q

Ricardo Cruz é a favor de armar Guarda MunicipalRicardo Cruz é a favor de armar Guarda Municipal - Foto: Câmara dos vereadores - divulgação

 

Se no campo estadual o calo do Governo é a Polícia Militar (PM), no Recife, a Guarda Municipal deve ser uma das principais preocupações do prefeito Geraldo Julio. No Legislativo recifense, o vereador Rinaldo Júnior (PRB), sindicalista e presidente da Força Sindical em Pernambuco, teceu críticas ao gestor socialista e requereu da administração o cumprimento da lei federal 13.022, que versa sobre a utilização de armas por parte dos agentes.
Em seu discurso, o legislador cobrou ainda a melhoria nas condições de trabalho e defendeu que a Guarda Municipal pode, diante do estado atual da segurança, com o “pacto pela vida totalmente falido”, servir como “refúgio para esse cidadão e esse turista que hora sim e hora outra é cometido por arrastões na cidade do Recife”.
O vereador Ricardo Cruz (PPS), guarda municipal há 25 anos, e membro da base de governo, disse que “a luta é justa” e garantiu que o Prefeito do Recife se comprometeu que, no prazo de 60 dias, providenciaria melhores equipamentos. Ricardo Cruz, no entanto, defendeu a regulamentação e o armamento da guarda.
“Sou a favor do armamento da Guarda para que ela trabalhe e ajude no combate à violência. Dia 6 de março vamos criar duas comissões para estudar questões como a implantação da lei federal e discutir mais o Plano de Cargos e Salários, o PCCV”, concluiu.

 

Veja também

Ex-chefe da Secom de Bolsonaro culpa 'incompetência e ineficiência' por atraso em vacina
RESPONSABILIDADE

Ex-chefe da Secom de Bolsonaro culpa 'incompetência e ineficiência' por atraso em vacina

O histórico desafio da terceira via no Brasil
EDMAR LYRA

O histórico desafio da terceira via no Brasil