Visita de Lula praticamente descartada

Vivian destacou que o “investimento Lula é caro”, visto que a visita dele acarretaria em custeio da viagem, segurança e assessores

Governador Paulo Câmara (PSB)Governador Paulo Câmara (PSB) - Foto: Aluisio Moreira/SEI

 

À espera de recursos da direção nacional do PT, o ex-prefeito João Paulo (PT), candidato à Prefeitura do Recife, afirmou, nesta sexta, que segue “driblando as dificuldades e aguardando os aportes” do Fundo Partidário, visto que, até aqui, a campanha de arrecadação virtual, lançada no último dia 8, não deslanchou.

Diante do cenário de escassez de recursos - e do curto período de tempo - a visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que contatou a secretária nacional de Mobilização Regional do partido, Vivian Farias, para vir ao Recife realizar nova agenda com João Paulo, não deve ocorrer.
Vivian destacou que o “investimento Lula é caro”, visto que a visita dele acarretaria em custeio da viagem, segurança e assessores. “Foi um gesto importante ele se colocar à disposição”, disse. Ela retornou, nesta sexta, de Brasília, onde teve reunião do partido. Na bagagem, trouxe apenas promessas, assim como o senador Humberto Costa (PT), que se reuniu na última quarta-feira com o presidente nacional do PT, Rui Falcão, e com o tesoureiro, Márcio Macedo. “Acho difícil (novos aportes)”, ponderou.
Fechar as contas

Estima-se que, além dos R$ 694,5 mil já doados pelo PT nacional no segundo turno, seria necessário algo em torno de R$ 1 milhão para fechar as contas da segunda fase - com produtora de tv, gráfica e combustível e manutenção dos motoristas - e pagar passivos do primeiro turno, como a deixada na produtora de vídeo utilizada na primeira fase, que não aceitou fazer a produção do segundo turno, sem ter a dívida saldada.

A esperança é a de que “semana que vem tenha novidade”. Dilson Peixoto, um dos coordenadores de campanha, explicou que a campanha tem até o dia 19 de novembro para arrecadar, visto que o prazo de prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral é 30 de novembro.

 

Veja também

'Negar acesso à vacina é criminoso', diz Doria sobre decisão de Bolsonaro
Coronavírus

'Negar acesso à vacina é criminoso', diz Doria sobre decisão de Bolsonaro

Fux diz que atuação do STF na pandemia está na vanguarda mundial
Política

Fux diz que atuação do STF na pandemia está na vanguarda mundial