Wolney fica na chapinha. Uchoa Júnior não entra no PDT

Caso o Palácio decida ir para o enfrentamento em defesa do chapão, terá cinco partidos para peitar

Deputados fecha chapinhaDeputados fecha chapinha - Foto: Divulgação

O primeiro encontro deu-se ainda no final de setembro, como a coluna antecipou. No dia 28 daquele mês, uma chapinha para a disputa da Câmara Federal começou a ser montada, reunindo Solidariedade, PDT, PP, PCdoB e PSL. Ontem, representantes destas siglas reuniram-se na casa do deputado federal Augusto Coutinho, em Brasília, para bater o martelo na composição. O encontro, como registramos no último dia 10, estava agendado desde antes do Carnaval e configurou-se como a primeira reunião formal do grupo, da qual saiu a seguinte definição: daqui para frente, para ingressar nessa chapa, o candidato não pode ter expectativa de votação superior a 50 mil votos. Resultado: o herdeiro do deputado Guilherme Uchoa, Guilherme Uchoa Júnior, não ingressará mais no PDT, devido à condição imposta pelas lideranças que montam a chapinha.

Calcula-se que Júnior deve ter volume elevado de votos. Presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz, que vinha participando das conversas desde o início, seguirá integrando a chapinha. Para isso, teve uma conversa, ontem, com o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, e com o próprio Guilherme Uchoa, na capital federal. Além de Wolney, já compõem a chapinha os deputados federais Eduardo da Fonte, Luciana Santos, Augusto Coutinho, Luciano Bivar, Cadoca e Marinaldo Rosendo, que, agora, integra as hostes progressistas, além de Luciano Bivar. Renildo Calheiros participou do almoço. Há expectativa ainda, entre esses parlamentares, de que o secretário de Habitação, Kaio Maniçoba, chegue para engrossar as fileiras. Cinco partidos bateram o martelo na chapinha. E, caso o Palácio das Princesas decida ir para o enfrentamento em defesa do chapão, terá cinco partidos de sua aliança para peitar.

Wolney à mesa com Uchoa
Após o almoço na casa do deputado Augusto Coutinho, ontem, Wolney Queiroz, que preside o PDT-PE, recebeu o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa, em seu gabinete. Wolney ponderou que, se Uchoa quisesse, ele e Júnior estariam no chapão da Frente Popular. Guilherme devolveu: "Não quero lhe prejudicar". E informou que Júnior procuraria outro partido.

Introdução > Ainda na manhã de ontem, outro encontro reuniu Wolney, Uchoa, Júnior e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Na ocasião, Wolney ponderou não haver problema no ingresso de Júnior, mas alertou sobre as restrições impostas pelos integrantes da chapinha, dada a previsão de votos do herdeiro de Uchoa.

Volta à... > De Pernambuco, só Raul Henry esteve na reunião da executiva nacional do MDB ontem, quando o presidente, Romero Jucá, comunicou a existência de novo processo de dissolução do diretório pernambucano, pedido por um emedebista sem mandato, de Cupira: Golbery Lopes.

...estaca zero > Não houve ambiente de confronto. A relatoria do novo processo ficou com João Henrique Souza, que não tem mandato. Falaram em favor de Henry: João Arruda (PR), Leonardo Picciani (RJ), Rose de Freitas (ES), Marcelo Castro (PI), Mauro Mariani (SC).

Veja também

Ministro-astronauta usa compromisso oficial para passar férias nos EUA
Governo

Ministro-astronauta usa compromisso oficial para passar férias nos EUA

General Ramos nega crise, e Salles pede desculpas em meio a disputa no governo
Fim da briga

General Ramos nega crise, e Salles pede desculpas em meio a disputa no governo