Sessões adiadas

Youtube suspendeu a conta do TCU e sessões foram adiadas, diz vice-presidente do tribunal

Com isso, sessões virtuais que seriam transmitidas pela plataforma foram canceladas

Perfil do TCU no YouTubePerfil do TCU no YouTube - Foto: reprodução

O ministro Bruno Dantas, vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), disse nesta terça-feira que o Youtube suspendeu a conta do órgão em sua plataforma, usada para transmissão dos julgamentos virtuais. Com isso, as sessões das duas câmaras do TCU programadas para esta terça — uma pela manhã, e outra pela tarde — foram canceladas. Na noite desta terça-feira, a conta do tribunal já estava disponível no Youtube.

Bruno Dantas classificou o episódio de "grave, súbito e ainda sem explicação".

"Dado o ineditismo do ocorrido, os jurisdicionados e advogados que acompanhariam os julgamentos não dispunham de outra plataforma. Isso ocasionou o cancelamento das sessões de hoje das duas Câmaras do @TCUoficial, com prejuízo para a sociedade. Providências estão sendo estudadas", escreveu no Twitter, afirmando ainda: "Por imperativo constitucional, os julgamentos devem ser públicos e, na modalidade virtual, deve haver transmissão em tempo real."

O Globo procurou a assessoria de imprensa do Youtube para comentar a questão, mas a empresa ainda não se manifestou.

Veja também

Lula foi monitorado pelo governo dos Estados Unidos, diz jornal
investigação

Lula foi monitorado pelo governo dos Estados Unidos, diz jornal

Múcio se mobiliza em busca de recursos para Forças Armadas; governo discute bloqueio de gastos
Brasil

Múcio se mobiliza em busca de recursos para Forças Armadas; governo discute bloqueio de gastos

Newsletter