OPORTUNIDADE

Curso gratuito em aéreos circenses; inscrições seguem até esta quarta-feira (20)

"Plexo Aéreo", projeto coordenado por Malu Vieira, diretora do Casulo - Artes Circenses (Recife), vai contemplar artistas, professores e praticantes de acrobacias aéreas interessados em profissionalização.

Casulo Artes CircensesCasulo Artes Circenses - Foto: Divulgação

Como fazem os aerialistas em Pernambuco para garantir aperfeiçoamento das suas carreiras? Essa foi a pergunta que deu origem ao projeto “Plexo Aéreo: Ciclo de Oficinas em Técnica e Criação para Aerialistas”. O projeto prevê duas ações: um curso, que será realizado em 07 módulos através de oficinas intensivas, duas das quais são focadas em criação artística; e uma mostra de resultados com os números criados pelos participantes.

Para concorrer a uma das 12 vagas, os interessados deverão se inscrever gratuitamente até esta quarta-feira (20). A convocatória para o processo seletivo, com link para o formulário de inscrições, pode ser acessada aqui. As informações sobre o curso estão sendo divulgadas através do Instagram @casuloartescircenses, por onde também podem ser acessados os links citados e sanadas dúvidas com a produção do projeto.


A primeira etapa do Plexo Aéreo é um ciclo formativo para aerialistas (professores, artistas ou praticantes de acrobacias aéreas interessados em profissionalização), com oficinas intensivas. As aulas serão oferecidas por especialistas de 4 estados diferentes e abordarão os seguintes temas: segurança no circo (com certificação em NR-35), por Diego Ferreira (SP); treinamento e prevenção de lesões, por Hammai Assis (PE); técnica dinâmica, por Felipe Nicknig (GO); criação artística por Lana Borges (RJ); iluminação cênica, por Natalie Revorêdo (PE) e sonorização, por Johann Brehmer (PE). A preparação dos participantes para a Mostra de Números que acontecerá no final do projeto ficará por conta de João Lucas Cavalcanti (PE) e Vitor Lima (PE), por meio do módulo Corpo Circense em Criação, que ainda inclui uma aula sobre produção independente e autogestão do artista. 
 
As aulas acontecerão em Recife, de 08 de agosto a 14 de outubro, e serão realizadas em diferentes espaços culturais da cidade: Casulo - Artes Circenses (Casa Amarela), Escola Pernambucana de Circo (Macaxeira), Lírica no Ar e Espaço Cênicas, ambos no Bairro do Recife.
 
A segunda etapa do projeto será uma mostra de números, como resultado do processo formativo, a ser realizada no final de outubro. O evento será gratuito e contará com acessibilidade comunicacional de um intérprete de LIBRAS para a comunidade surda. 
 
O processo seletivo dos participantes será feito em três etapas: curadoria das inscrições, entrevista individual e assinatura de termo de responsabilidade. O resultado final deverá ser divulgado até o dia 31 de julho no Instagram @casuloartescircenses. 
 
Plexo Aéreo é uma formação que irá possibilitar aos participantes conhecimentos fundamentais para que atuem de maneira mais eficiente no âmbito dos aéreos circenses. O módulo de segurança, inclusive, confere certificação em NR-35, norma regulamentadora que dispõe sobre a realização de trabalhos em altura, ainda pouco difundida entre os circenses. Já o módulo sobre prevenção de lesões nas práticas de aéreos é outro diferencial do ciclo formativo, pois quase não há bibliografia em língua portuguesa e cursos sobre o tema.
 
Para Malu Vieira, idealizadora do projeto e diretora do Casulo, escola de aéreos com 5 anos de existência na Zona Norte do Recife, boa parte dos acidentes e das lesões nos aéreos poderiam ser evitados através da adoção de medidas preventivas de segurança, que incluem não apenas uma boa seleção e instalação dos equipamentos, mas, também, um bom planejamento e orientação de treinos. A escassa oferta de formação à qual os
aerialistas têm acesso antes mesmo de começarem suas carreiras, seja no ensino ou na criação artística, é um fator impulsionador para a criação do projeto.
 
“O que vemos é que os poucos artistas em Pernambuco que conseguem alçar voos mais altos são aqueles que buscam formações em outros lugares do Brasil e do mundo em busca de cursos de especialização. Os que ainda não puderam dar esse salto dependem, em sua maioria, de treinos autônomos, aulas de circo recreativo ou, na melhor das hipóteses, de iniciativas como a deste projeto, quando aprovadas por algum edital público que garanta o acesso a quem não poderia pagar por um curso deste porte”, relata Malu Vieira.
 
Nesse sentido, o projeto pretende contemplar pessoas de diferentes espaços e territórios, para que cada um seja um multiplicador dos conhecimentos construídos em suas respectivas realidades. A expectativa ao final do projeto é ter 12 aerialistas conscientes sobre como prevenir lesões e o que fazer para tratá-las, com formação técnica em altura para o trabalho circense, com uma base sólida na técnica, com noções de sonorização, iluminação e todos com um número pronto para apresentações. “Esperamos que o projeto possa contribuir para a qualificação da comunidade local e para uma maior autonomia dos artistas, além de acreditarmos em potenciais desdobramentos para cada um dos
participantes”, afirma Malu.
 
CRONOGRAMA DO PROJETO
8 a 11 de agosto
Oficina: Segurança no Circo – Questão de Prioridade (Formação em NR-35 para Circenses)
Facilitador: Diego Ferreira
Local: Casulo Artes Circenses
 
15 a 18 de agosto
Oficina: Aéreo Dinâmico – Uma Base para Começar
Facilitador: Felipe Nicknig (GO)
Local: Lírica no Ar
 
21 a 23 de agosto
Oficina: Corpo e Circo – Promoção, Proteção e Recuperação da Saúde Física
Facilitadora: Hammai Assis Vieira (PE)
Local: Casulo Artes Circenses
 
05 a 08 de setembro
Oficina: Diálogos Sonoros
Facilitador: Johann Brehmer
Local: Espaço Cênicas
 
12 a 14 de setembro
Oficina: Iluminação Cênica para Circenses
Facilitadora: Natalie Revorêdo (PE)
Local: Espaço Cênicas
 
19 a 22 de setembro
Oficina: Processos de Criação para Aerialistas
Facilitadora: Lana Borges (RJ)
Local: Escola Pernambucana de Circo
 
3 a 14 de outubro
Oficina: Corpo Circense em Criação
Facilitadores: João Lucas Cavalcanti e Vitor Lima (PE)
Locais: Lírica no Ar e Casulo - Artes Circenses
Mostra de Números (apresentação pública)
 
23 de outubro
Local a definir
 
ENDEREÇOS DOS ESPAÇOS
Casulo - Artes Circenses: Rua Oscar Pinto, 368, Casa Amarela, Recife.
 
Lírica no Ar: Edifício Álvaro Silva - Rua. Vigário Tenório, s/n - sala 301 - Bairro do Recife.
 
Espaço Cênicas: Av. Marquês de Olinda, 199, Bairro do Recife.
 
Escola Pernambucana de Circo: Av. José Américo de Almeida, 05, Macaxeira, Recife.
 

Veja também

Dermatologia aliada nos processos estéticos é tema do Canal Saúde
CANAL SAÚDE

Dermatologia aliada nos processos estéticos é tema do Canal Saúde

Cerveja de 400 anos é recriada no Equador com "ressurreição" de levedura encontrada em fungo
Arqueologia cervejeira

Cerveja de 400 anos é recriada no Equador com "ressurreição" de levedura encontrada em fungo