Caboclinho é assunto no Folha na Tarde

Caboclinho se torna Patrimônio Imaterial do Brasil. Tudo vai ser detalhado no programa Folha na Tarde

João Vicente Goulart (PPL)João Vicente Goulart (PPL) - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Nesta semana o Caboclinho foi intitulado, pelo Institudo do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como Patrimônio Imaterial do Brasil. Para falar sobre o assunto, Patrícia Breda vai receber nos estúdios da Rádio Folha, a presidente da Fundarpe, Márcia Souto e o Secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja. A entrevista vai ser às 14h no programa Folha na Tarde.

A palavra caboclinho faz referência direta ao caboloco, à entidade de umbanda e ao filho de índio branco. Essa expressão da cultura popular é de forte tradição aqui em Pernambuco, mas também está presente em outros locais, como Rio Grande do Norte, na Paraíba, em Minas Gerais e Alagoas.

O pedido para o registro como Patrimônio Imaterial do Brasil ocorreu em 2013 pelo governo do estado. Mesma época em que houve solicitação para o maracatu nação, maracatu baque solto e o cavalo marinho, expressões que já são Patrimônio desde 2014.

Veja também

Timbus invadem casas no bairro do Engenho do Meio
FOLHA NA COMUNIDADE

Timbus invadem casas no bairro do Engenho do Meio

Será que é saudável o pão nosso de cada dia ?
Fato e Análise

Será que é saudável o pão nosso de cada dia ?