RADIONOVELA

Comédia de costumes do Século XIX é apresentada na Folha FM

“O Defeito de Família” foi escrita em 1870, pelo carioca França Junior

“O Defeito de Família” foi escrita em 1870, pelo carioca França Junior“O Defeito de Família” foi escrita em 1870, pelo carioca França Junior - Foto: reprodução

A Rádio Folha FM 96.7 dar continuidade ao projeto de resgate do radioteatro pernambucano e, mais uma vez, a equipe de profissionais da 96,7 e convidados, dá vida aos personagens da comédia de costumes escrita em 1870, pelo dramaturgo França Junior. Na peça “O Defeito de Família” a trama gira em torno de um segredo familiar, que se transforma em uma grande confusão e coloca em xeque o casamento de Josefina com o apaixonado noivo, Artur de Miranda. Um mero joanete torna-se o pivô de uma sucessão de mal entendidos, e pode por fim aos planos do jovem casal. A veiculação será nessa sexta-feira, (14), às 17h, no Momento Cultural; nessa sábado (15), às 10h e no domingo (16) às 11h.

No elenco, o comunicador Jota Ferreira como Matias Novais, capitão de cavalaria; a apresentadora e atriz Patrícia Breda como Gertrudes Novais; o repórter Geraldo Moreira é André Barata a radialista convidada Keviny Azevedo, como Josefina Novais e o radialista, também convidado, Alex Lima, que interpreta Artur de Miranda; o jornalista Joffre Melo no papel do criado alemão Ruprecht. Edição e sonoplastia de Anderson Ricardo.

Autor

Joaquim José da França Júnior era jornalista, advogado, pintor e teatrólogo. Nasceu no Rio de Janeiro, em 18 de março de 1838, mas passou sua infância na Bahia, e faleceu em Poços de Caldas, MG, em 27 de setembro de 1890. É o patrono da Cadeira nº12, da Academia Brasileira de letras. Começou a carreira de dramaturgo em 1861 e escreveu dezenas de comédias e peças teatrais. Considerado o pai da comédia brasileira, estudou direito em São Paulo, onde já deu os primeiro passos na dramaturgia. Foi considerado pela crítica o principal seguidor de Martins Pena, o que o levou a ser reconhecido como o segundo mais importante autor de teatro brasileiro. Como seu mestre, escreveu para o teatro comédias de costumes e sátiras políticas de sucesso. Suas principais obras para os palcos teatrais foram: Meia Hora de Cinismo; A República Modelo; Tipos da Atualidade (ou o Barão de Cutia), Ingleses na Costa; Amor com Amor se Paga; O Beijo de Judas e Como se Fazia um Deputado; Caiu o Ministério; de Petrópolis a Paris e as Doutoras e Defeito de Família, entre tantas obras.

 

Veja também

Junho Violeta - Mês Alerta para a prevenção do Ceratocone
CANAL SAÚDE

Junho Violeta - Mês Alerta para a prevenção do Ceratocone

Entenda o que são e como acontecem as hérnias abdominais
CANAL SAÚDE

Entenda o que são e como acontecem as hérnias abdominais