RADIONOVELA

Drama inspirado no boato do estouro de Tapacurá é a produção da Rádio que vai ao ar

O episódio relembra o pânico que tomou conta do Recife

Patrícia Breda é apresentadora da Rádio FolhaPatrícia Breda é apresentadora da Rádio Folha - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A Rádio Folha 96,7 FM transmite neste final de semana a produção  “Dramas do Cotidiano – O Estouro da Barragem”, escrito por Patrícia Breda, âncora da emissora. O episódio vai ao neste sábado (13), às 10h e no domingo (14), às 8h. 

21 de julho de 1975. Esse dia faz parte da história do Recife como o dia em que Tapacurá estourou. O boato que trouxe horas de pânico e causou sérios transtornos para a população recifense se espalhou em poucas horas e mobilizou profissionais da imprensa local.

No elenco participações especiais do ator e produtor do Quinteto Violado, Pedro de Souza, como Evaldo, e da atriz e jornalista Rafaela Quintino no papel de Marina. Ainda fazem parte do elenco o comunicador Jota Ferreira como o repórter; Neneo de Carvalho comunicador da Folha FM como o apresentador da rádio Nordeste; os jornalistas Marco Toledo interpreta Luis; Jacielma Cristina, é Antonia; Jorge Neto interpreta dois personagens, Osvaldo e o Delegado; a âncora Patrícia Breda é a enfermeira; o produtor Germano Rodrigues interpreta Dr. Maurício; a Gerente da Rádio Folha é Maria do Carmo; o repórter Geraldo Moreira é Rodrigues; o jornalista Pedro Farias dá vida ao policial.

Outros participantes: A recepcionista Maria José e o operador de áudio Anderson Ricardo, que também é responsável pela sonoplastia e edição do episódio. Os assaltantes foram interpretados pelo radialista Celso Júnior e pelo estudante Thulio Ramos. A direção de elenco é de Patrícia Breda.

Veja também

Memorial Chico Science promove roda de conversa sobre os 30 anos de discos famosos
CULTURA

Memorial Chico Science promove roda de conversa sobre os 30 anos de discos famosos

Encontro Pernambucano de Coco celebra o ritmo e apresenta novos grupos da cena pernambucana
CULTURA

Encontro Pernambucano de Coco celebra o ritmo e apresenta novos grupos da cena pernambucana

Newsletter