Folha FM apresenta radioteatro sobre a vida de Padre Cícero

A produção teatral adaptada para o rádio vai ser transmitida no Momento Cultural

Agenda dos candidatos ao Governo de Pernambuco 2018Agenda dos candidatos ao Governo de Pernambuco 2018 - Foto: Arte: Folha de Pernambuco

Resgatando a época de ouro do rádio pernambucano, quando eram veiculados novelas e teatros através de grandes elencos, formados pelos artistas pernambucanos, a RÁDIO FOLHA FM-96.7, que sempre abre espaço para nossos talentos e acredita em nossa cultura, oferece aos ouvintes mais uma programação especial: “O Julgamento de Padre Cícero- O Coração do Enigma”. A peça radiofônica será apresenta nessa sexta-feira, às 17h, em programação especial do Programa Momento Cultural, com Saulo Gomes.

O texto é de Moisés Monteiro de Melo Neto, Professor Doutor em Teoria da Literatura, ator, escritor premiado, pesquisador, que interpreta Padre Cícero, e conta com a participação do ator Douglas Duan, que interpreta o Inquisidor. A direção é de Rudimar Constâncio e retrata vários aspectos da vida de Padre Cícero Romão Batista, importante e polêmico líder religioso brasileiro, nascido no Ceará e que faleceu em 20 de julho de 1934, aos 90 anos de idade, em Juazeiro do Norte, cidade onde está sepultado, atraindo a cada ano milhares de romeiros, que a ele atribuem realizações de milagres.

Padre Cícero nunca obedeceu, como devia, aos repetidos Decretos do Santo Ofício a seu respeito e os de 4 de abril de 1894, declaravam falsos os pretensos milagres de Juazeiro e os apontava como “indigna comédia” e em 19 de fevereiro de 1897, impôs ao padre afastar-se de Juazeiro, sob pena de excomunhão, o que aconteceu pela Carta do Núncio Apostólico de 14 de abril de 1917, há 100 anos atrás. Em 1889, conta-se que, durante uma missa na igreja de Juazeiro (CE), a hóstia consagrada por ele transformou-se em sangue na boca de uma mulher. A partir daí foi considerado um “milagreiro”.

Desde o início a Igreja Católica, não concordou com os acontecimentos, considerando-o como místico e o proibindo-o de exercer o sacerdócio. Ele foi prefeito da cidade de Juazeiro por 15 anos. Morreu no ano de 1934, tornando-se uma das principais figuras religiosas da história do país e é considerado um santo, mesmo não sendo reconhecido pela Igreja Católica Romana, por muitas pessoas religiosas, principalmente do Nordeste brasileiro e em dezembro de 2015, o papa Francisco, emitiu um documento perdoando Cícero pelas punições impostas pela Igreja entre os anos de 1892 e 1926, e, esta forma, possibilitou sua reabilitação do padre Cícero Romão Batista dentro da Igreja Católica.

Muito mais do que um drama folhetinesco sonoro, Moisés pretende estimular a imaginação dos ouvintes, a sonoplastia, a cargo do operador de áudio Anderson Ricardo, enriqueceu a peça com sons e ruídos, como trovões, sinos, passagem de tempo, passos e efeitos os mais variados. É um novo espaço que se reabre aos atores recifenses nesta época de crise nos palcos. Moisés já tem engatilhada outra peça: DELMIRO GOUVEIA (texto seu que ganhou prêmio de Dramaturgia oferecido pelo Governo do Estado de Pernambuco nos anos 80. O projeto, segundo a gerente da emissora, Marise Rodrigues, pode ser o início de um novo espaço para a cultura na Folha FM, que pode abrir novos espaços a esse tipo de trabalho a partir de agora, ressurgindo os tempos do rádio teatro, que forjaram grandes nomes da nossa tele dramaturgia.”

Veja também

Rádio Folha FM apresenta último episódio de Cidade dos Karianthos
RADIONOVELA

Rádio Folha FM apresenta último episódio de Cidade dos Karianthos

Buracos na Estrada da Muribeca causam transtornos a moradores e motoristas
Folha na Comunidade

Buracos na Estrada da Muribeca causam transtornos a moradores e motoristas