ENTREVISTA

Jaqueline Natal, do Dieese, repercute reajustes salariais abaixo da inflação em 2022

Em 2022, até fevereiro, apenas 24% das categorias conseguiram ganhos reais, ou seja, acima da inflação.

Foto: Divulgação

A economia inconsistente e com consequências do pós-pandemia vem achatando o poder de compra dos brasileiros. Nos últimos três anos, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostrou piora nas negociações salariais. 

Em 2018, cerca de 9% das categorias negociaram salários abaixo da inflação, com um salto em 2021, quando esse índice chegou a 47%. Em 2022, até fevereiro, apenas 24% das categorias conseguiram ganhos reais, ou seja, acima da inflação. 

Para repercutir o assunto, Jota Batista conversa no Espaço Aberto com a supervisora técnica do DIEESE em Pernambuco, Jaqueline Natal.

“A alta da inflação, o péssimo desempenho da economia e o aumento do desemprego dificulta a mobilização dos trabalhadores para pedir aumento salarial aos patrões. Do ponto de vista da renda, do poder aquisitivo, nós estamos perdendo muito”, disse Jaqueline Natal.
 

Confira a entrevista na íntegra acessando o player abaixo:

 

Veja também

Capacitação em Audiovisual no Projeto Terreirada em Cena aporta no Ilé Iyemojá Ògúnté
AUDIOVISUAL

Capacitação em Audiovisual no Projeto Terreirada em Cena aporta no Ilé Iyemojá Ògúnté

Férias no Museu: Instituto Ricardo Brennand tem agenda especial para a criançada
FÉRIAS

Férias no Museu: Instituto Ricardo Brennand tem agenda especial para a criançada

Newsletter