RESGATE

Pernambuco agora tem Dia Estadual do Rádio

A promulgação pela Alepe resgata o pioneirismo do rádio pernambucano no Brasil

Apresentador Jota Batista da Rádio Folha FMApresentador Jota Batista da Rádio Folha FM - Foto: Divulgação

Pernambuco passa a celebrar a partir de 06 de abril de 2021 o Dia Estadual do Rádio. O Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) , Eriberto Medeiros, promulgou a Lei 16.241, de autoria do Deputado Clodoaldo Magalhães (PSB-PE), que institui 6 de abril como O Dia Estadual do Rádio.  A proposta nasceu da ASSERPE- Associação das Emissoras de Rádio e TV de Pernambuco, como forma de ter uma data que marque o nascimento do veículo no país. A data relembra a primeira transmissão pelas ondas do rádio registrada no Brasil, que ocorreu no Recife, em 1919, pela Rádio Clube. Só em 1922 a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, que é, até então, considerada a pioneira, fazia sua primeira transmissão oficial. Foi exatamente no dia 7 de setembro de 1922, nas comemorações do centenário da Independência do país, com a transmissão, à distancia e sem fios, da fala  do presidente Epitácio Pessoa. Mas a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, tendo à frente o médico Roquete Pinto, só começou a operar, no entanto, em 30 de abril de 1923.
“Apesar da contribuição indiscutível de Roquette Pinto ao meio, a história é contada e provada: o rádio nasceu antes em Pernambuco. A promulgação da Alepe representa, portanto, um resgate da história da radiodifusão pernambucana.” Enfatisa o presidente da Asserpe, Nill Junior, argumentando que o rádio nasceu no Brasil, aqui em Recife no dia  06 de abril de 1919, e o extinto “Jornal do Recife” noticiava: "Consoante convocação anterior, realizou-se ontem na Escola Superior de Electricidade, a fundação do Rádio Clube, sob os auspícios de uma plêiade de moços que se dedicam ao estudo da electricidade e da telegrafia sem fio. Ninguém desconhece a utilidade e proveito dessa agremiação, a primeira do gênero fundada no País." Era o marco inicial de uma conquista de nomes como o radiotelegrafista Antônio Joaquim Pereira. A Rádio Clube foi a pioneira em função de ter feito a primeira transmissão oficial, em um estúdio improvisado na Ponte d'Uchoa, no Recife. Em fevereiro de 1923, a Rádio Clube de Pernambuco passou a operar com um transmissor de 10W, tendo sua abrangência aumentada para toda a área do Recife. 

Em agosto desse ano, a Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (Alcar) realizou uma live, onde foi debatida a nova data de nascimento oficial do rádio no Brasil: 6 de abril de 1919. A notícia foi localizada numa microfilmagem do então Jornal de Recife, durante pesquisa do professor Pedro Serico Vaz Filho, da Universidade Anhembi Morumbi (UAM), que desde o fim dos anos 1990 investigar a história do rádio. A nova data de aniversário foi corroborada por mais notícias, localizadas pelo pesquisador em jornais e revistas, publicados dentro e fora de Pernambuco, inclusive sobre o estatuto da nova emissora. Além da investigação em periódicos impressos, o pesquisador reviu a bibliografia a respeito e fez entrevistas com diferentes fontes que testemunharam o funcionamento da Radio Clube ainda na primeira metade do século 20.

Durante um encontro de história da mídia realizado no ano passado na capital do Rio Grande do Norte, os pesquisadores especialistas no assunto assinaram a Carta de Natal, onde “avalizam essa decisão os dados apresentados há mais de três décadas pelo pesquisador Luiz Maranhão Filho (UFPE) e validados, mais recentemente, pelo pesquisador Pedro Serico Vaz (Anhembi Morumbi).

A gerente da Rádio Folha de Pernambuco, Marise Rodrigues, comemora a notícia: “que bom ter vivido para ver esse reconhecimento ao  pioneirismo da Rádio Clube de Pernambuco. É uma homenagem a nomes como Abílio de Castro, o primeiro locutor da América Latina, que era da Clube, e tantos outros nomes forjados naqueles microfones e que seguiram para formar os casts da TV no surgimento daquele novo veículo.” O novo entendimento sobre o nascimento do rádio no Brasil muda o conteúdo das aulas dos cursos de jornalismo, audiovisual e publicidade nas faculdades de comunicação. Até recentemente, a bibliografia especializada reconhecia que a transmissão radiofônica pregressa havia ocorrido de fato naquela data em Recife, mas que a primeira emissora regular seria a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, a partir de 1923.

“A criação do Dia do Rádio é mais um fato que se soma aos esforços da ASSERPE para dar publicidade a essa data e esse fato”, diz o Presidente da entidade, Nill Júnior. De acordo com a construção feita com o autor do projeto, Deputado Clodoaldo Magalhães, a ideia é realizar uma Sessão Solene para marcar o primeiro Dia Estadual do Rádio, com a presença de radiodifusores de todo o país, em 06 de abril do próximo ano.”

Veja também

A pedido, Dom Casmurro, de Machado de Assis, é reapresentada na Rádio Folha FM
RADIONOVELA

A pedido, Dom Casmurro, de Machado de Assis, é reapresentada na Rádio Folha FM

Dom Casmurro, de Machado de Assis, apresentado na Rádio Folha FM
RADIOTEATRO

Dom Casmurro, de Machado de Assis, apresentado na Rádio Folha FM