Polícia reconhece altos índices de violência e trabalha para dados positivos

Chefe da Polícia Civil de Pernambuco participa do programa Conexão Notícias, com Jota Batista, para explicar os números acumulados nos três primeiros meses.

Joselito AmaralJoselito Amaral - Foto: Felipe Ribeiro / Folha de Pernambuco

Após repercussão dos números da violência do mês de março divulgados no site da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), no último final de semana, a Polícia Civil trata de explicar que os dados de março em relação a fevereiro estão menores. Segundo o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Amaral, se contabilizar os números relativos, ou seja, dividir o total do mês por dias, essa redução diária chega com média de 0,21%, ao dia. "Os números ainda são altos, mas conseguimos estabilizar".

No site da SDS consta que foram registrados 548 crimes violentos letais intencionais (CVLI) em março, uma média de 17,67 pessoas assassinadas por dia. Maior número desde o início do programa Pacto Pela Vida que visa reduzir os números de homicídios no Estado. No mês de fevereiro deste ano foram 498 homicídios em 28 dias (média 17,78 por dia). A soma nos três primeiros meses de 2017 gera um total de 1.522 assassinatos no estado.

Homicídios

Ainda segundo o chefe da polícia civil, a portaria 930 da SDS, assinada recentemente pelo Secretário de Defesa Social altera funções e permite que 'os distritos podem investigar os homicídios desonerando os depertamentos de homicídios e proteção a pessoa de crimes de proximidades'. Antes eram 15 delegacias investigando homicídios, com a nova portaria somam 58 delegacias na capital e Região Metropolitana do Recife.

Combate ao Tráfico de drogas 

A Operação Escudo da Juventudade, desencadeada nesta terça (17), cumpriu mandados de prisão em desfavor de uma organização criminosa que aliciava menores de idade, nas cidades de Olinda e Paulista, para trabalhar como transportadores do tráfico. Quando as crianças e adolescentes não pagavam o tráfico eram mortas. Ao todo foram 29 homicídios de crianças e adolescentes. Lindemberg Lucas da Silva, o Berg matador, líder da quadrilha, foi um dos 24 presos. Além dessa, Joselito Amaral citou mais operações na primeira quinzea de Abril. A Operação Tarrafa, na semana passada, no bairro de Peixinhos, em Olinda, que resultou na prisão de 23 homicidias. Na Zona da Mata Norte, teve a Operação Jundiá, com 41 presos. No Sertão, em Afogados da Ingazeira, a Operação Ninho de Cobras, foram 10 presos.

Dados homicídios

Os números em Pernambuco são contabilizados por corpos e em outros Estados do Brasil os dados são somados por ocorrência. "Se por exemplo tiver uma chacina em São Paulo, eles contabilizam por um fato e não pelos corpos". 

Roubo de Celular

A orientação da SDS é que as pessoas cadastrem no site da Secretaria na opção alerta celular, o IMEI (Mobile Equipment Identity), ou seja, a Identificação Internacional de Equipamento Móvel. Para descobrir o número do IMEI do seu celular a pessoa deve digitar no teclado *#06#. A númeração única serve como dados. Com isso a polícia espera identificar com mais agilidade os telefone roubados principalmente nos ônibus que são 55% dos assaltos nos coletivos.


Escute a entrevista na íntegra e aperte o play.

 

 

 

Veja também

Moradores da Ilha de Santana, em Olinda, sofrem com falta de água
Folha na Comunidade

Moradores da Ilha de Santana, em Olinda, sofrem com falta de água

Peça escrita pelo ator Júlio César vai ao ar na Rádio Folha

Peça escrita pelo ator Júlio César vai ao ar na Rádio Folha