Saga de um pioneiro em radionovela na Rádio Folha

“Um certo Delmiro Gouveia” uma das principais produções do radioteatro da 96,7

Patrícia Breda (esq.), Moisés Neto (centro) e Jota Ferreira (dir.), contam a vida política e amorosa do cearense Delmiro GouveiaPatrícia Breda (esq.), Moisés Neto (centro) e Jota Ferreira (dir.), contam a vida política e amorosa do cearense Delmiro Gouveia - Foto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco

A Rádio Folha FM nesta sexta-feira (26), reprisa uma das suas peças radiofônicas mais elogiadas. “Um certo Delmiro Gouveia” vai ao ar às 17h, dentro do Momento Cultural, e conta a história do empreendedor pioneiro da indústria e da energia elétrica do Nordeste, e que tinha uma vida amorosa movimentada. No  domingo (28), será reprisada às 11 h, no Melhor da Música.

“Ela é a nossa segunda produção. Tem a grande colaboração do ator e diretor Moisés Neto. O texto sobre Delmiro Gouveia, conta a história desse pioneiro e até sua intimidade como mulherengo”, conta a gerente da Rádio Folha, Marise Rodrigues

História
Cearense, Delmiro Gouveia veio morar no Recife após a morte de seu pai, de quem era filho bastardo. Aqui, começou a trabalhar no primeiro bonde do Recife, a Machine Pump, conhecida como Maxambomba, e depois entrou para um curtume norte-americano que se instalou no Recife. Quando a filial fechou, foi para os Estados Unidos, comprou as instalações do escritório e em 1895, voltou ao Recife como patrão. Delmiro instalou na Capital o Mercado Modelo, um shopping center com lojas decoradas com mármore e materiais nobres, onde hoje fica o Quartel do Derby.

Mas o poder político em Pernambuco estava nas mãos de Rosa e Silva, vice-presidente da República, e Delmiro, que promoveu reformas urbanas no Recife e se tornou conhecido no Brasil, era visto como ameaça aos interesses da elite local por seu atrevimento. Em 1900, seu mercado é incendiado. Em 1913, inaugurou a primeira usina hidrelétrica do Brasil, em Paulo Afonso, na Bahia, e uma fábrica de linhas e fios. Delmiro foi assassinado em outubro de 1917, crime envolvido em intrigas e mistérios.

Elenco
No elenco Jota Ferreira interpreta Delmiro; Patrícia Breda está nos papéis de Eulina, segunda mulher de Delmiro, e Carmen, amante do empresário. O diretor da peça, Moisés Neto, faz Dantas Barreto e o judeu Iona, sócio de Delmiro; Marise Rodrigues está no papel de Maria Augusta, irmã de Delmiro; Jorge Neto é o prepotente representante inglês da firma Machine Cotton; e Geraldo Moreira, um inescrupuloso político nordestino. O jornalista Fernando Alvarenga dá voz ao norte-americano Mister Moore. A sonoplastia ficou a cargo de Anderson Ricardo.

Veja também

Mistério no Radioteatro da Folha FM
RADIONOVELA

Mistério no Radioteatro da Folha FM

Moradores de Caetés 3, em Abreu e Lima, reclamam do abandono da UPA no município
Folha na Comunidade

Moradores de Caetés 3 reclamam do abandono da UPA