Alimentação

Alimentos que dão disposição ao organismo

Apostar nos carboidratos complexos é a principal dica

O feijão é fonte de vitaminas o corpo a ganhar energiaO feijão é fonte de vitaminas o corpo a ganhar energia - Foto: Reprodução

Quem não se vê exaurido pelas inúmeras demandas cotidianas? Não raro a saúde leva uma chacoalhada e a "reserva energética" deixa a gente na mão. Um dos fatores mais importantes para evitar o quadro de esgotamente orgânico, e consequente falha do sistema imune, é a alimentação.

Um plano nutricional organizado, rotineiro e que ofereça o aporte de nutrientes suficiente ao corpo, contribui bastante para que o corpo fique mais resistente a ataques virais e ao esgotamento energético.

Amigos da disposição

Além de uma boa noite de sono, um dos principais quesitos para um bom funcionamento do corpo é ter uma boa alimentação, é o que explica a nutricionista Renata Beserra. ‘’Os principais alimentos que dão energia para o corpo são as fontes de carboidrato complexo, como macaxeira, inhame, batata-doce, feijão, arroz integral’’, explica.

De acordo com a especialista, esses produtos são densamente nutritivos, ou seja, rico em vitaminas como as A, E, C e K e do complexo B, zinco, cálcio, magnésio, ferro, manganês e potássio, evitando assim deficiência de micronutrientes, ademais, podem ser encontrados com facilidade.

Renata ainda cita os alimentos que são aliados e dão um gás a mais na hora de praticar atividades físicas. ‘’Alimentos como banana, uva, cacau, beterraba e açaí podem ser boas fontes de energia para um pré-treino, por exemplo. Pois contêm boas quantidades de carboidratos juntamente com vitaminas e minerais os quais favorecem a utilização do combustível energético’’, comenta. Já em relação ao consumo desses carboidratos, é necessário consultar um especialista da área, pois, a profissional indica que alguns fatores como o estilo de vida, o objetivo e o metabolismo de cada indivíduo influenciam no tipo de dieta e ingestão de alimentos.

Evite industrializados

Segundo a nutricionista, o consumo de carboidratos simples (doces, massas) em excesso podem gerar picos de glicose na corrente sanguínea, favorecendo a longo prazo um maior risco de doenças crônicas. Enquanto os carboidratos complexos fornecem energia para o corpo sem danos à saúde.

Ela ressalta a importância de ingerir alimentos no seu estado natural e fugir ao máximo dos industrializados.
"Podemos ter carboidratos simples, mas sem excessos, e dentro de um contexto equilibrado. Seria importante fugir dos alimentos ultraprocessados devido ao alto teor de aditivos químicos, sódio e açúcar simples. Pois o seu consumo desregrado poderá contribuir para o desenvolvimento de doenças metabólicas. Prefira os alimentos in natura, aqueles que normalmente não precisam de embalagem e descascamos, como as frutas e os vegetais'', conclui.

Serviço

Nutricionista Renata Beserra
Endereço: Estrada do Arraial, 4265, Tamarineira  
Informações: (81) 3771.0234
Instagram: @nutricionista.renatabeserra

Veja também

Dicas de vinhos especiais para celebrar e harmonizar no Dia Mundial do QueijoSabores

Dicas de vinhos especiais para celebrar e harmonizar no Dia Mundial do Queijo

Dia Mundial do Queijo: conheça queijos típicos de vários países e aprenda receitasSabores

Dia Mundial do Queijo: conheça queijos típicos de vários países e aprenda receitas