Solidariedade

As Canecas do Brasil: projeto convida ceramistas do país a participarem de ação solidária

Canecas doadas serão vendidas para arrecadar recursos para entidades de assistência a crianças, jovens, adultos e idosos

Canecas do Ateliê Hideko Honma, idealizador do projetoCanecas do Ateliê Hideko Honma, idealizador do projeto - Foto: Divulgação

O projeto As Canecas do Brasil é uma iniciativa inédita, que promove a solidariedade ao mesmo tempo em que divulga as muitas técnicas e estilos de cerâmica que existem no País. Idealizado pela ceramista Hideko Honma e realizado com o apoio do CCBRas - Cerâmica Contemporânea Brasileira, o projeto tem como objetivo reunir canecas produzidas por ceramistas de todo o Brasil e colocá-las à venda, por meio de uma plataforma on-line, para arrecadar recursos para três entidades sem fins lucrativos que dão assistência a crianças, jovens, adultos e idosos com necessidades especiais.

Para participar, o ceramista deve doar três ou mais canecas ao projeto. As peças recebidas serão avaliadas e fotografadas, e as imagens serão inseridas em um catálogo on-line, que ficará disponível para quem quiser conhecer e comprar as peças. Os recursos arrecadados serão destinados à Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono, à Associação Travessia – Filosofia Waldorf e à Sociedade Beneficente Casa da Esperança "Kibô-no-Iê".

"Essas instituições são reconhecidas pela qualidade do trabalho e dedicação a seus assistidos, mas, devido à pandemia, elas estão há mais de um ano sem promover eventos beneficentes. O volume de doações também caiu bastante nos últimos meses. Sentimos que era preciso fazer algo para ajudá-las a se manterem e continuarem com suas atividades, que são tão essenciais", afirma Hideko Honma. A ceramista já tem experiência na realização de ações beneficentes: há mais de dez anos, promove eventos como o Sukiyaki do Bem e o Sopa na Caneca.

As Canecas do Brasil é, também, uma forma de divulgar a arte cerâmica produzida neste este imenso País. A expectativa é receber peças de ceramistas e artistas de todas as regiões brasileiras e ter uma verdadeira amostra da riqueza de técnicas, estilos e influências que existem. "Canecas do Norte, do Sul, do Centro-Oeste, do Nordeste, do Sudeste, canecas paulistas, gaúchas, mineiras, pantaneiras, marajoaras, indígenas... enfim, são as canecas do Brasil. Contamos com os ceramistas do País para esta ação para ajudar o próximo", diz Hideko.

Não é preciso enviar três canecas iguais ou de uma mesma série. Podem ser distintas e feitas com diferentes técnicas, mas devem ser feitas com materiais que permitam o uso para consumo de alimentos.

"O ceramista precisa estar ciente que, ao enviar suas canecas, estará fazendo uma doação. Não haverá contrapartida financeira para ele. Mas ele terá a oportunidade de contribuir com uma ação solidária junto com muitos outros entusiastas dessa arte", afirma Makoto Fukuzawa, presidente do CCBRas. "Esperamos receber muitas canecas e ter um grande retrato da produção cerâmica do País."

Todos os participantes receberão um certificado virtual e poderão ainda receber, por sorteio, os seguintes presentes: R$ 1.000,00 em materiais da Arte Brasil; um dia de workshop para 5 participantes no Atelier Hideko Honma; torno elétrico Flex, da Fornos Jung; banco para torno da K2 Arte Cerâmica; e giffin grip da PSH Brasil.

O edital do projeto, com as orientações para inscrição e envio das canecas, bem como os critérios para que elas sejam aceitas, está no site da CCBRas: www.ccbras.com.br/eventos-ccbras.

SERVIÇO

AS CANECAS DO BRASIL

Inscrições: até 10 de julho de 2021. O formulário está disponível em: www.ccbras.com.br/eventos-ccbras

Envio das peças: até 13 de setembro de 2021, na Associação Travessia, para entregas no local. Para peças enviadas pelos Correios ou transportadora, serão aceitas peças com data de postagem até 31 de agosto. 

Início das vendas on-line: 13 de outubro de 2021

Edital: www.ccbras.com.br/eventos-ccbras

Informações: [email protected]

Veja também

Um brinde! 6 de agosto é Dia Internacional da Cerveja
Cerveja

Um brinde! 6 de agosto é Dia Internacional da Cerveja

Veganismo na gestação
Nutrição

Veganismo na gestação