Saúde

Boa alimentação: saiba como fortalecer as células do sangue

No mês de prevenção contra a leucemia, conheça o cardápio que pode fortificar o sistema sanguíneo

Suco de beterrabaSuco de beterraba - Foto: Leo Motta/Folha de Pernambuco
 
 
Não é à toa que o mês de junho exalta os cuidados de prevenção contra uma doença que atinge especialmente as células do sangue. Só no ano passado, mais de 7 mil pessoas perderam a vida para a leucemia, segundo levantamento do Instituto Nacional do Câncer, que também aponta para a tendência de mais 10 mil casos aconteceram no País até 2022. Um dado preocupante, que chama atenção para a saúde do sistema sanguíneo.  
 
 
 

“A leucemia é uma doença que começa na medula óssea, onde são produzidas as células sanguíneas e onde acontece a produção dos glóbulos (vermelho e branco) e as plaquetas. Ela não escolhe sexo. Não escolhe idade. Por isso, é tão importante priorizar uma rotina de cuidados contínuos com a saúde, porque quanto antes diagnosticados os casos, maiores as chances de sucesso do tratamento”, detalha a médica hematologista e gestora do Grupo Sabin Medicina Diagnóstica, dra. Maria do Carmo Favarin. 

Função indispensável

Entre as inúmeras funções desse sistema está a de transportar substâncias para os órgãos do corpo. Isso inclui enviar os nutrientes dos alimentos para todas as células, garantindo o correto funcionamento dos órgãos. Além disso, ele também funciona como parte natural de defesa do corpo, por meio da ação dos leucócitos.

Em sua composição, o sangue é um tecido vivo composto por plasma, que é constituída por água, sais minerais, vitaminas e fatores de coagulação, na qual estão misturadas as partes sólidas, como hemácias, leucócitos e plaquetas. Para fortalecer essa estrutura são necessários substratos obtidos através da alimentação, como o ferro, o ácido fólico e a vitamina B12.

Cardápio do bem

Segundo a nutricionista Luciana Leocádio, uma alimentação saudável e equilibrada é o melhor caminho para a saúde. “Algumas evidências sugerem que a ingestão de vegetais pode reduzir o risco de desenvolvimento de doença. Tanto o chá quanto o café contêm componentes que podem ser usados como agentes eficazes no tratamento da leucemia. O chá, Camellia sinensis, contém polifenóis e outras catequinas que induzem a apoptose celular em células infectadas com leucemia. O café, Coffea arabica, contém um poderoso diterpeno, semelhante às catequinas encontradas no chá. Café e chá contêm características importantes que podem ajudar a prevenir ou aliviar”, explica. 

Ainda segundo a especialista, nenhuma pesquisa mostrou que extrair os ingredientes ativos e implementá-los em pacientes com diagnóstico de leucemia seja uma cura viável. “Mais investigações e pesquisas são necessárias, no entanto, ambas as bebidas contêm ingredientes poderosos que podem ajudar no tratamento de vários tipos de leucemia. Infelizmente, nenhuma dieta, suplemento ou alimento podem curar o câncer. Se você está passando por isso, seja gentil com você, você está passando por muita coisa”, completa Leocádio, que reforça a necessidade de um cardápio nutritivo em todas as rotinas.

Mais Alimentos

Ricos em ferro
Beterraba
Feijão

Ricos em Vitamina C 
(ajuda a absorver o ferro)
Laranja 
Limão
Acerola

Ricos em vitamina B12
Fígado 
Carnes vermelhas

Ácido fólico
Espinafre
Brócolis
Acelga
Couve-flor

Veja também

Conheça a hamburgueria que começou na garagem e virou franquia
Mercado

Conheça a hamburgueria que começou na garagem e virou franquia

Paris Hilton na cozinha é como ver lutador de MMA tocando violino
Crítica

Paris Hilton na cozinha é como ver lutador de MMA tocando violino