Como ser vegano na ceia do Réveillon

Quem não come os ingredientes de origem animal pode recorrer a substituições simples disponíveis no mercado. Confira dicas

Vegano no RéveillonVegano no Réveillon - Foto: Editoria de arte/FolhaPE

Quem vai preparar o jantar da virada deve ficar atento aos convidados que possuem restrição aos pratos oferecidos no cardápio. Leia-se aqueles com ingredientes de origem animal, que afrontam diretamente quem segue a filosofia vegana e sua dieta livre da proteína em questão. Nesse caso, a saída não precisa ser cancelar o convite emitido ao amigo ou parente, mas substituir insumos tradicionais da época por aqueles que agradem a gregos e troianos.

Segundo a empresária Manu Tenório, que comanda um café com seu nome no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, quando assunto é prato principal, as típicas carnes podem ser substituídas pelo salpicão vegano com tofu, por exemplo. Já o panetone, que segue no cardápio até a última ceia, possui inúmeras versões livres do leite de origem animal e ovo. “Isso sem falar nas trufas, também veganas, com base de biomassa de banana verde, e na farofa saudável, que pode levar frutas secas e beterraba para acompanhar o salpicão”, sugere. Para quem é vegetariano, outra dica é preparar uma salada farta com queijo de cabra - laticínio com alto teor de cálcio e baixo teor de gordura.

Leia também:
Nutrição Comportamental
Nutrição na Síndrome de Down
Especiarias: pequenas doses de saúde


As entradinhas também podem ganhar versão apropriada, se os legumes forem utilizados no lugar dos pães à base de farinha branca, que geralmente são servidos como petiscos. O pepino, por exemplo, pode receber caponata de berinjela por cima e virar uma brusqueta. Para os pratos que levam leite comum, vale utilizar os insumos de origem vegetal. Os risotos também podem ser feitos com queijo vegetal, bem como o espaguete tradicional, substituído por tiras de cenoura e abobrinha. De carona no que já é típico na data, lentilha e frutas como uva e romã podem ser utilizadas tranquilamente. O mesmo vale para grãos como nozes e amêndoas.

Nos encontros da família do casal Natália Saints e Jader Pirro, sócios do restaurante Vegostices, localizado no bairro da Boa Vista, o bom senso é lema de todo fim de ano. “Nessas festas, cada um faz um prato, e como só nós dois somos veganos, fazemos a nossa parte da ceia, como torta ou rocambole de soja recheada com carne de jaca. É sempre um principal e uma sobremesa simples, como um bowl com algum doce. Os demais itens da mesa comemos normalmente, a exemplo de arroz e salada”, diz ela.

Veja também

Sobremesa: prepare um petit gâteau de queijo de coalho
Receita

Sobremesa: prepare um petit gâteau de queijo de coalho

Comemore o Dia Nacional do Queijo atento às novidades da produção em Pernambuco
Gastronomia

Comemore o Dia Nacional do Queijo atento às novidades da produção em Pernambuco