Nutrição

Conheça 5 alimentos que fazem mal à saúde e você não sabia

Especialista explica o que há por trás de alimentos que podem passar despercebidos no dia a dia

Gelatina está na lista dos alimentos prejudiciais à saúdeGelatina está na lista dos alimentos prejudiciais à saúde - Foto: Divulgação

Em busca de resultados físicos, energéticos ou de qualquer outro aspecto, muitas pessoas acabam caindo em mitos sobre a alimentação espalhados pelo senso comum ou pela própria internet. O perigo dessa atitude se deve ao aumento do consumo de comidas e bebidas que podem acabar atrapalhando o caminho até o objetivo ser alcançado. A nutricionista Monik Cabral preparou uma lista com cinco alimentos que podem ser prejudiciais à saúde e aos resultados.

Peito de Peru
O peito de peru é utilizado comumente para produção de sanduíches naturais e lanches saudáveis por conter menor teor de gordura em relação aos outros embutidos. Porém, a especialista alerta que, na verdade, o alimento se destaca como um dos vilões da saúde. “Não é nada saudável. Tem muito sódio, glicose, açúcar, nitrito e também nitrato, que é uma substância cancerígena”, afirma.

Sanduíche de peito de peru e queijo


Bacon
Monik alerta para a diferença entre as formas de produção de diferentes tipos de bacon. “Uma coisa é um bacon artesanal de porco de quintal, feito sem a presença dos infortúnios da industrialização. Outra coisa é um bacon de porco que come ração, passa pelo processo industrial com nitratos e nitritos adicionados, fumaça líquida, açúcar e glutamato monossódico. O que faz mal é a carne processada, que no processo de industrialização recebe substâncias perigosas para a saúde. Faça o seu próprio bacon: compre a barriga do porco, processe e prepare”, sugere.

Bacon


Água tônica
A bebida se popularizou por ser comumente misturada a outras bebidas alcoólicas para a produção de drinks, muitas vezes, sendo, inclusive, considerada menos calórica. Porém, Monik afirma que água tônica, na verdade, é um refrigerante. “O gosto amargo é explicado pela presença de uma substância chamada quinina, que pode ser prejudicial à saúde se consumida em grande quantidade. É adoçada com xarope de milho ou açúcar e possui a mesma quantidade de calorias que outros refrigerantes. A versão diet também contém adoçantes artificiais aspartame”, pontua.

Gin com água tônica


Gelatina 
Ao contrário do que muitos pensam, a gelatina não é uma boa opção para o emagrecimento. “Quando analisamos o rótulo observamos um monte de açúcar e corantes. Nas opções diet e zero, encontramos maltodextrina, adoçantes e corantes que fazem mal para nossa saúde. Nem o colágeno da gelatina ajuda na saúde, já que em 120g de gelatina tem cerca de 0,76 a 2g de colágeno e o ideal é consumir cerca de 8 a 10g da substância por dia, para que os benefícios sejam visíveis”, explica.

Gelatina está na lista dos alimentos prejudiciais à saúde


Peixe enlatado
Peixe é um dos alimentos mais utilizados em dietas e por aqueles que buscam uma rotina mais saudável, porém, é necessário se ter atenção no tipo de peixe consumido. “Quando o peixe é enlatado com água, os metais ficam depositados nele e ao consumirmos, esses metais vão direto para o nosso organismo”, pontua. Porém, existe uma alternativa neste caso, o alumínio da lata que é tóxico migra para o óleo, protegendo assim o atum, por exemplo. Então, deve-se escorrer todo o óleo com auxílio de uma peneira. “Lembre-se: atum e sardinha sempre em óleo!”, aconselha Monik Cabral.

Sardinha

 

Veja também

Rede de lanchonetes gaúcha Mundo Animal abre unidade no Recife
Inauguração

Rede de lanchonetes gaúcha Mundo Animal abre unidade no Recife

Aprenda a fazer uma sobremesa gelada de chocolate super prática
Receitas

Aprenda a fazer uma sobremesa gelada de chocolate super prática