Cursos de gastronomia divulgam programação

A escola Laurent Suaudeau, em São Paulo, terá o chef Onildo Rocha. Já a Cuia - Culinária Imersiva Amazônica oferece programação sobre a cozinha de raiz

Onildo Rocha na escola Laurent SuaudeauOnildo Rocha na escola Laurent Suaudeau - Foto: Wagner Ramos/Divulgação

Uma das escolas culinárias mais respeitadas no País, a Laurent Suaudeau, localizada em São Paulo, abre espaço, pela primeira vez, para um curso de cozinha brasileira contemporânea. A condução será feita por mãos nordestinas, mais precisamente as do chef Onildo Rocha, de João Pessoa, entre os dias 13 e 15 de junho.

A novidade chama atenção pela força que envolve esses dois nomes. Laurent é figura reconhecida pelo rigor técnico, pelas preparações afiadas e pelas bandeiras engajadas que levanta em nome da boa gastronomia. Chegou ao Brasil no final da década de 1970, montou o próprio restaurante, seguiu discutindo a valorização dos insumos locais e continua como o mestre de estudantes e chefs de todas as partes. Terreno fértil em que Onildo Rocha, seu ex-pupilo, apresenta conteúdo consistente, com a expertise de quem comanda o bem-sucedido restaurante Roccia, na capital paraibana.

Leia também:
Unidos, novos chefs repensam a gastronomia
Gilberto Freyre Neto bate-papo sobre cachaça e gastronomia no Senac
Tomate é unanimidade na cozinha


A programação inclui mise-en-place e execução de pratos como escondidinho de mousseline de macaxeira; terrine de rabada; munguzá de frutos do mar; entre outros preparos de identidade nacional. As aulas acomodam entre seis e 12 pessoas, sempre pelas manhãs, das 9h às 13h, e segue a grade de cursos oferecidos ao longo do ano na escola.

Gastronomia amazônica – para quem se interessa por cozinha de raiz, a Cuia – Culinária Imersiva Amazônica divulgou seu calendário de aulas. Entre os dias 21 e 29 de julho, estudantes e profissionais da área poderão aprender com produtores rurais locais, fazer visita-técnica ao mercado ver-o-peso, participar de degustações de almoço e jantar e conhecer de perto o trabalho de chefs paraenses. Segundo os organizadores, o projeto possibilita continuar o trabalho do chef Paulo Martins, que, na década de 1990, encabeçou o resgate da cultura culinária do Amazonas.

Serviço:
Escola Laurent Suaudeau
Cuia - Culinária Imersiva Amazônica

 

Veja também

Concurso nacional de espumantes será em outubro
Vinho

Concurso nacional de espumantes será em outubro

Perdeu olfato e paladar? Saiba o que fazer
Saúde

Perdeu olfato e paladar? Saiba o que fazer