Fundo

Diageo expande cobertura de fundo de R$ 15 milhões para bares e restaurantes em Pernambuco

Programa de empresa de bebidas oferece suporte em protocolos sanitários da Covid-19 a bares e restaurantes

RestauranteRestaurante - Foto: Tania Rego/ Agência Brasil

A Diageo, marca de bebidas alcoólicas proprietária da Ypióca, ampliará a cobertura do Movimento Pró-Bar. O projeto agora atinge Pernambuco, com foco no Recife, Olinda, Paulista, Jaboatão dos Guararapes e Ipojuca (Porto de Galinhas), na Região Metropolitana do Recife (RMR). O programa dá suporte a bares e restaurantes na segurança de regras sanitárias contra a pandemia da Covid-19.

A empresa investiu R$ 15 milhões em equipamentos para adoção de protocolos de distanciamento social e higiene contra o coronavírus. Os interessados devem solicitar o apoio através do site da Diageo. O programa também atende a cidades do Ceará, Rio de Janeiro e São Paulo. 

A adesão ao programa da Diageo garante que os estabelecimentos selecionados sejam embaixadores do #BarResponsavel “O objetivo do Manifesto #BarResponsável é defender melhores práticas para ressurgirmos melhores, mais fortes e mais atentos às transformações que ocorrem ao nosso redor. Esses compromissos vão muito além de tentar remediar os impactos da pandemia do novo coronavírus”, explicando Gregorio Gutiérrez, presidente da Diageo.

Há 1 mil vagas dentro do programa, que custeia itens como mesas bistrô, jogos de mesas dobráveis, tendas, separadores de fila, termômetros digitais, máscaras, protetores faciais, marcadores de chão, placas informativas de distanciamento social e higiene, totens para álcool em gel, frascos de álcool em gel, tapetes higienizadores, luvas de vinil, protetores de caixa, entre outros. 

Veja também

Itens como macaxeira fornecem energia e garantem o fortalecimento do sistema imunológico
Saúde

Itens como macaxeira fornecem energia e garantem o fortalecimento do sistema imunológico

Tem formiga no prato: o sucesso das tanajuras e outros insetos na culinária
Comidas exóticas

Tem formiga no prato: o sucesso das tanajuras e outros insetos na culinária