Sabores

Dicas de vinhos especiais para celebrar e harmonizar no Dia Mundial do Queijo

Harmonização de queijos e vinhosHarmonização de queijos e vinhos - Foto: Divulgação / Wine

Quando se fala em queijo, não dá para esquecer de sua principal compahia à mesa: o vinho. Nesse Dia Mundial do Queijo, comemorado em 20 de janeiro, conheça alguma ótimas opções de vinhos especiais para harmonizar com cada tipo de queijo, sugeridas pela Wine.

A primeira dica é do tradicional Mac & Cheese, um clássico macarrão americano conhecido por ser regado a muito queijo. Historicamente, esta receita leva parmesão, cheddar, manteiga e leite em sua composição para ficar bem cremoso. Como é um prato mais gorduroso, o ideal é um vinho branco com acidez vibrante para ajudar a limpar a untuosidade no paladar. A dica é o delicioso Nattitude Gran Reserva Sauvignon Blanc 2020, um vinho com acidez viva, frutado em aromas e sabores e super refrescante. 

Para um almoço de domingo pensado com muito carinho, uma lasanha aos quatro queijos é uma ótima pedida. Esta receita traz um mix de queijos, em que é possível escolher o de sua preferência, unidos à massa da lasanha, um prato com média estrutura e com muita untuosidade proveniente dos queijos. A dica é investir no espumante, um vinho que tem acidez e frescor que harmoniza muito bem com a maioria dos queijos, uma combinação democrática e saborosa. O Espumante Dancing Flame D.O. Colchagua Costa Brut é certeiro: leve, frutado, com acidez vibrante, refrescante e com final muito agradável. 

Sabe aqueles dias que o melhor mesmo é um prato mais fácil de ser feito sem abrir mão do sabor? Pois bem, a batata recheada com queijo e bacon cumpre muito bem esse papel com maestria! A receita permite brincar e trazer mais de um tipo de queijo, e também fica muito interessante ao adicionar requeijão na base do recheio para deixar mais cremoso. Um vinho rosé mais frutado e com acidez mais vibrante vai muito bem com este prato que tem a estrutura da batata, proteína e gordura do bacon e untuosidade do queijo. Aposte no La Combe Dor I.G.P. Pays dOc Grenache 2020, um vinho com marcantes notas de frutas vermelhas no aroma e paladar, em boca tem leveza, acidez presente e muito frescor, uma combinação que é sucesso!

E um jantar especial é sempre bem-vindo e para isso nada como um risoto de Parmesão acompanhado com Filé Mignon. Um prato saboroso, estruturado e requintado que pede um vinho à altura, e o Esteban Martín Reserva D.O.P. Cariñena Garnacha Cabernet Sauvignon 2017 é uma excelente opção. Este exemplar passa 14 meses em barricas de carvalho, o que agrega maior complexidade em aromas e sabores, além de deixar os taninos mais macios. A Garnacha traz notas frutadas e a vibração de sua acidez, o que proporciona um vinho suculento em seu blend com a Cabernet Sauvignon.

“Para uma harmonização de sucesso é importante estar atento à variedade de leite que produziu o queijo, o processo de produção, estrutura, o tempo de maturação e também estar atento às características do vinho. No geral, o espumante tem acidez e frescor para a maioria dos queijos, com exceção dos azuis, os rosés são vinhos coringas que vão bem com qualquer tipo de queijo, os de cor clara com queijos mais leves e os mais escuros com mais estruturados. Os vinhos brancos são excelentes parceiros dos queijos, pois tem uma grande variedade de estilos e boa acidez. Os vinhos tintos vão melhor com queijos mais maturados e estruturados, caso contrário, haverá uma sobreposição de sabores”, explica a sommèliere da Wine, Thamirys Schneider.

 

Veja também

Aprenda a fazer uma sobremesa gelada de chocolate super prática
Receitas

Aprenda a fazer uma sobremesa gelada de chocolate super prática

Hipertensão é doença que exige alimentação orientada por especialistas
Saúde

Hipertensão é doença que exige alimentação orientada por especialistas