Direto ao Pão desmistifica panificação

Novo livro de Luiz Américo Camargo ensina pães menos complexos e possíveis no dia a dia

Receitas são divididas por tempo de preparo: tem pão de duas horasReceitas são divididas por tempo de preparo: tem pão de duas horas - Foto: Divulgação

Quando lançou seu primeiro livro de receitas, o “Pão Nosso”, em 2016, o jornalista Luiz Américo Camargo escoava sua paixão pela panificação artesanal, o cultivo do levain (fermento natural) e todo o processo de fermentação lenta. O tema pipocava nos quatro cantos do País e havia um público curioso sobre os desafios desse alimento.

Em nova publicação, a “Direto ao Pão”, lançada em maio passado, novamente Luiz fala de pão, mas com um olhar distinto, mais amplo e acessível a quem não tem familiaridade com o assunto.

O Direto ao Pão” traz receitas que eu mesmo faço em casa, coisas que pesquiso, ideias que arrisco. Uso fermento natural e biológico no cotidiano, conforme o pão e a ocasião - uma proposta que eu já queria dividir com o público, que dá para trabalhar com variados métodos, que as possibilidades são amplas.

Fora isso, tinha o desejo de atender um outro contingente de leitores, diferente de quem começou pelo 'Pão Nosso'. Um público que já mostrava vontade de fazer pão, mas ainda não conseguia se aventurar nem pelas preparações mais simples, com fermento biológico”, comenta Luiz.

Depois de cada aula em redes sociais ou das aparições na TV, Luiz Américo recebia mensagens de gente que dizia ter receio de encarar a fermen­tação natural, de não ter tempo, de medo de o resultado ser frustra­do, dada a complexidade ineren­te ao processo. Foi aí que a luz acendeu para o novo projeto editorial: um livro de pães que não dá medo.

Produzido por ninguém menos que Rita Lobo e seu selo Panelinha, o livro teve todas as receitas testadas e o resultado é uma leitura obrigatória para se ter casa, se o seu interesse for produzir um pãozinho aqui e acolá, ou mesmo garantir fornadas frequentes em casa.

O “Direto ao Pão” é uma verdadeira aula para iniciantes - antes de chegar às receitas, páginas e mais páginas nos introduzem com orientações, esclarecimento de dúvidas recorrentes, apontamentos sobre ingredientes base e o processo de fazer pão de forma doméstica, tabela de equivalências e utensílios fundamentais.

O repertório de receitas é extenso e vai além dos pães propriamente ditos. “Penso que o livro ajuda as pessoas tornar possível o sonho de assar seu pão caseiro, de fazer também pizza, focaccia e outras especialidades da família pão.

Ele pode ser a porta de entrada de um mundo que é múltiplo e infinito, até”, continua o jornalista, padeiro e escritor. A distribuição dos capítulos se dá considerando um dos vetores mais importantes na produção de pão - o tempo. Primeiro, são os “Pães de até 2 horas”, seguidos de “Pães de até 4 horas” e “Pães de 6 horas ou mais”.

Se você, como eu, não tem prática, vai querer começar pelo começo, com as receitas mais rápidas. Tem pão sueco, soda bread, multigrãos sem glúten, esfiha, gougères, bao, pão de queijo. E acompanhamentos à altura, no sabor e na rapidez. Conserva de berinjela, ricota caseira e barriga de porco.

Leia também
Dentro do Caixote: café da manhã criativo
O livro de Apicius


Quer arriscar uns degraus? Vá direto aos pães de 4 horas: francês, sírio, de leite, broa à portuguesa, para sanduíche, integral, de azeitona, de hot dog, mignolata. Entre as receitas mais demoradas tem até chocotone. Imagina fazer o seu próprio mimo de Natal?

“O pão é diverso. Você pode montar uma refeição em torno do pão, com acompanhamentos, com aproveitamento de pão. Sempre haverá algo interessante para um certo momento, para uma certa vontade. E o livro considera algo essencial na vida de todo mundo: o tempo”, finaliza o padeiro.

SERVIÇO

“Direto ao Pão”
de Luiz Américo Camargo, pela editora Panelinha
Preço: R$ 118
Vendas na Amazon

 

Veja também

Saiba a diferença entre o vinho natural, orgânico e biodinâmico
Vinho

Saiba a diferença entre o vinho natural, orgânico e biodinâmico

Breja Mais lança kit harmonizado para atrair cervejeiros
Cerveja

Breja Mais lança kit harmonizado para atrair cervejeiros