Imunidade

Em tempos de surto de gripe, conheça as vitaminas aliadas da saúde

Além de manter bons hábitos diários, a alimentação equilibrada fornece 'força' ao organismo

Cerais e frutas são aliados importantes ao sistema imune do corpoCerais e frutas são aliados importantes ao sistema imune do corpo - Foto: Jasmine/Divulgação

Leia também

• Alimentação ruim e obesidade, as duas faces da má nutrição

• Nutrição: mandioca é saúde no prato do dia a dia

Em uma época em que contaminações em larga escala de vírus diferentes ocorrem simultaneamente (há dois anos enfrentamos a pandemia da Covid-19 e, desde o final de 2021, um surto de gripe provocado pela cepa H3N2 vem lotando as emergências do Recife, com pacientes sentindo toda a sorte de sintomas da doença), todo o cuidado é pouco. Além de manter as vacinas em dia, não se pode pensar em descuidar da alimentação. 

Há alimentos que, inclusive, atuam diretamente no fortalecimento do sistema imunológico, proporcionando que o corpo se defenda da melhor forma dos ataques de vírus e bactérias. Segundo o Google Trends Brasil, a busca pela frase “como aumentar sua imunidade” cresceu 136% durante os primeiros meses da crise sanitária e a tendência persistiu em 2021.   

As vitaminas do momento
De acordo com a equipe da Jasmine, empresa especializada em produtos naturais (fontes de magnésio, zinco, ômega 3, vitaminas A e C; red berries, goji berries, cranberries, mix de sementes, etc), as grandes vedetes atuais da alimentação com potencial para a imunidade são as vitaminas A, B6, B9, B12, C, D e E. Importante destacar também que além da boa alimentação, entenda aqui como aporte nutricional equilibrado, quantidade correta e qualidade da comida, é essencial manter um estilo de vida saudável, que inclui a prática regular de exercícios físicos e estresse "sob controle". 

Como reforçar a mesa?
A lista de insumos que deve estar à disposição não é nova: frutas, proteínas, legumes, verduras, leguminosas, oleaginosas, sementes e cereais integrais devem ser ingerido diariamente para garantir que as necessidades de nutrientes e compostos bioativos sejam supridas.

Um estudo realizado em 2020 e publicado pela Multidisciplinary Digital Publishing Institute (MDPI) mostra que as vitaminas A, B6, B9, B12, C, D e E, assim como os minerais zinco, selênio e magnésio, desempenham papéis fundamentais no suporte do sistema imunológico, e suas deficiências podem aumentar a suscetibilidade do indivíduo.

Palavra de especialista
“Isso porque esses micronutrientes são fundamentais na manutenção da integridade estrutural e funcional de barreiras físicas, como pele e mucosa. E também em atividades que eliminam os patógenos – em outras palavras, organismos capazes de causar doenças, como processos fagocíticos e matadores de neutrófilos e macrófagos. Ou seja, os processos naturais do organismo nos quais as células de defesa do corpo eliminam invasores”, explica a Dra. Karla Maciel, nutricionista e consultora da Jasmine Alimentos.

Além de turbinar o sistema imune, essas vitaminas fornecem energia ao organismo, auxiliam no processo de cura de determinadas doenças e promovem a detoxificação, ou seja, eliminação de substâncias e compostos tóxicos do organismo.

Onde achar os nutrientes?
Vitamina A - fornecidas por vegetais amarelos e alaranjados como cenoura, abóbora, damasco, pêssego, além de laticínios derivados do leite integral, gema de ovo e fígado
Vitaminas do complexo B - sementes de girassol, arroz, avelã, feijão, lentilha, ovos, carnes bovina e suína, e produtos lácteos
Vitaminas C e D - acerola, laranja, limão, couve e peixes como salmão, truta e arenque
Vitamina E - amêndoas, nozes, gérmen de trigo, azeite de oliva e semente de girassol

Veja também

Dia dos Pais: aprenda a fazer pavê de sonho de valsa
Receita

Dia dos Pais: aprenda a fazer pavê de sonho de valsa e surpreenda

Confira sugestões de presentes gastrôs para o Dia dos Pais
Gastronomia

Confira sugestões de presentes gastrôs para o Dia dos Pais