metabolismo

"Enfezado nunca mais": nutricionista Thaís Araújo vem ao Recife lançar seu livro, nesta quarta (22)

Encontro acontece a partir das 19h, na Livraria Leitura do Shopping RioMar

Thaís Araújo lança seu livro no Recife nesta quarta (22)Thaís Araújo lança seu livro no Recife nesta quarta (22) - Foto: Rogério Ehrlich/Divulgação

São 20 anos de experiência clínica e mais de 200 mil seguidores nas redes sociais . A nutricionista e psicóloga Thaís Araújo é, hoje, uma espécie de celebridade no mercado editorial, com seu método de regulação do metabolismo intestinal para a melhoria da qualidade de vida.

Thaís estará no Recife nesta quarta (22), para o lançamento do seu livro "Enfezado, nunca mais: como ter um intestino livre na prática" (Ed. Rocco), em encontro que acontecerá a partir das 19h, na Livraria Leitura do Shopping RioMar, no bairro do Pina, Zona Sul.

Livro
"Enfezado nunca mais" chegou às livrarias no último mês de março e já vendeu mais de 10 mil exemplares. Na publicação, Thaís parte de premissas científicas e dos 20 anos de experiência clínica para compartilhar um método criado por ela, para regular o funcionamento do intestino.

O Método Intestino Livre promove, por meio da alimentação, o ajuste da população de bactérias que vivem no intestino, de modo que elas passem a trabalhar a nosso favor. A ideia é renovar a microbiota intestinal e tratar processos inflamatórios e a disbiose, que consiste no desequilíbrio entre as bactérias probióticas (do bem) e as patogênicas (do mal).

Estudos contemporâneos apontam que o que acontece no intestino reverbera em todo o nosso corpo, e podem influencier, inclusive, nas nossas emoções e até nas nossas relações interpessoais, confirmando uma premissa de Hipócrates,"Pai da Medicina", que, em 400 a.C., já dizia que todas as doenças começam no intestino.

É no intestino que ocorre a absorção dos nutrientes responsáveis por alimentar toda a engrenagem de nosso sistema. Além disso, as bactérias que habitam a nosso intestino (microbiota intestinal) são responsáveis pela produção de hormônios e neurotransmissores, capazes de impactar diretamente as nossas emoções, como a dopamina (associada ao prazer) e a serotonina (felicidade).

Por isso, o fisiologista inglês Johannis Langley cunhou a expressão “segundo cérebro” para se referir ao intestino,  ao descobrir em seus estudos que o sistema nervoso entérico é capaz de manter as funções digestivas mesmo quando a comunicação com o cérebro é interrompida.

Por isso, o termo “enfezado” é utilizado para se referir a pessoas ranzinzas, de mau humor. “Quando associada ao comportamento social, a palavra enfezado significa, literalmente, com fezes retidas. E quem pode estar de bom humor neste estado?”, indaga Thaís.
 

Veja também

Nelita: conheça o premiado restaurante da chef Tássia Magalhães, em São Paulo
NELITA

Nelita: conheça o premiado restaurante da chef Tássia Magalhães, em São Paulo

São João: aprenda a preparar quatro deliciosas receitas típicas para seu arraial
Sabores

São João: aprenda a preparar quatro deliciosas receitas típicas para seu arraial

Newsletter