Entre Amigos - O Bode renova o cardápio e aposta na parrilla

De olho na culinária estrangeira, restaurante coloca, junto ao seu famoso bode, pedidas de inspiração latina e europeia

Empanada portenha é sugestão latina na lista de entradasEmpanada portenha é sugestão latina na lista de entradas - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Em um restaurante com o tamanho do Entre Amigos - O Bode renovar o cardápio é arejar a relação. Motivo para mais de 20 novos pratos entrarem em cena na unidade de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, onde a marca ficou conhecida, trazendo ares de cozinha cosmopolita. Agora, além da conhecida carne de bode, servida há mais de duas décadas e que ninguém mexe, há espaço para comidas de inspiração latina e europeia clássica.

As novidades são do chef executivo Felipe Massieiras, que traz na bagagem trabalhos com Paola Carosella e Érick Jacquin, além de temporada em Londres, onde atuou no restaurante de comida argentina chamado Gauch. “Acompanhamos o trabalho dele e achamos que tinha tudo a ver nesse momento”, disse o proprietário Raimundo Dantas. Um flerte que resultou na inserção mais forte do menu, que é a lista das parrillas. Nela estão cortes nobres, preparadas na grelha, como o prime rib (700g), por R$ 145,90, o churrasco de chorizo (250g), de R$ 47,90, e o salmão na brasa (200g), por R$ 42,90.

A carne sai com molhos e acompanhamentos à escolha do cliente. Mas é nesse último elemento do prato que a cozinha prova, de fato, sua disposição paras as culinárias de fora. O humitas, por exemplo, é um creme pastoso à base de milho e muçarela de búfala, cozido como a nossa pamonha, que é comum nos países do Hemisfério Sul. Já o riso pastina é uma massa recheada com mascarpone e espinafre seco, servido na forma de risoto em uma panelinha, popular entre os italianos.

   Petiscos renovados

A vocação para receber o público atento no chope com petisco é antiga. Por isso, o cardápio também concentrou esforços em novas entradinhas. De olho na tendência das comidas de boteco, as pipocas de coração de galinha são empanadas com farinha de milho e panco, cuja porção sai a R$ 23,90. Já as clássicas empanadas portenhas ganham recheios de carne bovina, cordeiro ou camarão. Tão certeiro quanto a despretensiosa provoleta dry age. Nessa, um disco agigantado do queijo surge com toque defumado, coberto com tomate confit e ervas frescas (R$ 22,90).

Leia também:
O francês mais carioca da gastronomia
Conheça trabalhos que são 'fora da curva' na gastronomia
Unidos, novos chefs repensam a gastronomia


Basta uma olhada rápida no cardápio para notar que os hambúrgueres também ganharam espaço. Destaque para o açougueiro, feito com blend de carnes especiais, grelhado na brasa e acompanhado de queijo prato e molho de cebola agridoce, envolvido em pão brioche do Galo Padeiro (R$ 34,90). Por fim, as sobremesas são assinadas por Anna Corinna, que inseriu tortas mousse, como no arrasa quarteirão à base de Oreo. Ainda segundo Raimundo Dantas, a expectativa é, em breve, levar esses itens também para a unidade da Zona Norte, que, recentemente, passou por reforma.

Serviço:
Endereço: rua Marquês de Valença, 50, Boa Viagem
Informações: 3312.1000

 

Veja também

Saiba a diferença entre o vinho natural, orgânico e biodinâmico
Vinho

Saiba a diferença entre o vinho natural, orgânico e biodinâmico

Breja Mais lança kit harmonizado para atrair cervejeiros
Cerveja

Breja Mais lança kit harmonizado para atrair cervejeiros