Flávia Falcão: 20 anos de tradição em família

Bolo de laranja com crosta de açúcar é o protagonista

Marcela, ao lado da mãe, Flávia: negócio em famíliaMarcela, ao lado da mãe, Flávia: negócio em família - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

É antigo o costume de fazer os próprios docinhos de festa no aniversário de um ano dos filhos. No quesito confeitaria, algumas pessoas param por aí, mas não foi isso o que aconteceu com Flávia Falcão, 58, pro­prietária da Flávia Falcão Confeitaria, no bairro das Graças. A cozi­nhei­ra começou fazendo os quitutes para a família e amigos, até que a quantidade de pedidos sob encomenda - ainda que em um pequeno círculo de conhecidos - fosse suficien­te para que ela mergulhasse de vez nessa estrada que só renderia frutos.

Entre 1986 e 1999, os primeiros anos em que Flávia havia começado a atender demandas, tudo era feito na cozinha da sua casa. Com os docinhos e bolos ficando cada dia mais populares, chegou um momento em que o ambiente familiar não foi suficiente para suprir os pedidos dos clientes. “Os clientes entravam na casa e, de certa forma, foi-se perdendo a privacidade da família”, relembra sua filha Marcela, 28. Para contornar a situação, a família decidiu alugar um apartamento nas proximidades e atender o público ali. O ano era 1999 e Flávia contou com a ajuda da mãe, Maria da Conceição, 77, para dar conta de tudo: enquanto uma era responsável pelas tortas, a outra focava nos doces e salgados.

Leia também:
Vitamina C além da laranja
Tio Pepe faz 55 anos com novidade no menu

A dinâmica das duas foi suficiente para que conseguissem atender à necessidade da clientela. O crescimento aconteceu naturalmente, à moda antiga, no boca a boca. A cada mudança do mercado, a parceria aumentava mais um pouco, novas funcionárias eram contratadas e o negócio foi se expandindo. Recentemente, a confeitaria completou um ano no endereço atual, mas o amor pela comida e, principalmente, em fazer gente feliz, já vai em 20 anos.

Vinte anos de muitos docinhos e salgadinhos tradicionais, sem gourmetizações - o seu maior mérito: o de perpetuar tradições. E para quem é formiguinha de plantão, o trio campeão de vendas da Flávia Falcão Confeitaria é o bolo de laranja, macio e com crosta de açúcar, no tamanho pequeno (R$ 27), médio (R$ 33) e grande (R$ 39), a torta tradicional de chocolate a partir de R$ 55, o quilo, além do salgadinho de queijo em porções de 100g, 250g e 500g por R$ 40, o quilo. Mas não deixe de lado os brigadeiros, o pastel de festa, o bolo de bem casado, a coxinha de galinha - famosíssima.

Foco

Embora Flávia nunca tivesse pensado em estratégias para desenvolver um grande negócio, sua preocupação em deixar os clientes satisfeitos sempre foi prioridade e, consequentemente, o sucesso aconteceu sem muito alarde. E, por observar a mãe no mundo culinário, Marcela acabou adquirindo a mesma sensibilidade para a comida e sempre soube que queria seguir na mesma área. “Me formei em Gastronomia e passei a ajudar nas questões administrativas, comportamento do consumidor, maior procura, quanto se gastava, tudo para ter noção de onde poderíamos ir em questões de investimento”, conta Marcela, que também fez curso no Sebrae para entender sobre empreendimento.

“Quando era criança, minha mãe me colocava para untar as formas de bo­lo ou vigiar a batedeira girando, cres­ci nesse meio e me inspirei para seguir o mesmo caminho”, diz Marcela.

Em 2014, mais mudanças aconteceram com base na necessidade do público. Com o trabalho focado apenas em encomendas, já que não se tinha espaço para expor os produ­tos, foi preciso mudar-se para outro local e ampliar a loja, disponibilizando a venda por pronta entrega.

Realizando sonhos

No último ano, a confeitaria passou por outra repaginada. O endereço novo, pertinho do antigo ponto, é um ambiente claro e elegante, comandado por um time de mulheres que fazem a diferença desde o atendimento na entrada até o caixa. Tudo foi criado respeitando as ideias que Flávia tinha e como ela imaginava que seria seu local de trabalho. O resultado não poderia ser outro. “O lançamento foi um sonho, jamais imaginaria, há 20 anos que, fazendo tortas em casa, teria minha própria confeitaria”, comenta Flávia.

Os anos serviram para trazer experiência e visão para um mercado exigente. “Hoje, estamos garantindo a fidelidade do público procurando ouvir suas necessidades e se adaptando sempre, colocando o cliente sempre à nossa frente”, finaliza Marcela, filha de Flávia.

Serviço:
Flávia Falcão Confeitaria Artesanal
Endereço: r. José Clementino, 96 - Graças
Informações: 3241-7900

Veja também

Obesidade: ganho de peso tem a ver com genes
Saúde

Obesidade: ganho de peso tem a ver com genes

Arroz: descubra os substitutos à altura de uma parceria com o feijão
Gastronomia

Arroz: descubra os substitutos à altura de uma parceria com o feijão