Greenmix aposta em food hall

Terceira unidade da marca reúne panificação, bar, massas, cozinha japa e adega

Sushis são feitos sem açúcar e shoyu oferecido não têm glútenSushis são feitos sem açúcar e shoyu oferecido não têm glúten - Foto: Victor Muzzi/Divulgação

Nos últimos dois anos, a rede Greenmix vem fortalecendo a assinatura gastronômica, sob comando da sócia e chef Mariana Dias, fincada no conceito que rege o mix de produtos de suas lojas, a saudabilidade. O cardápio é sempre retocado, novos procedimentos são agregados, produtos de produção própria surgem a todo o tempo nas prateleiras.

O ápice (até o momento) dessa transformação da rede familiar de mercados saudáveis chegou com a inauguração do Greenmix Universo Saudável, há pouco mais de uma semana no RioMar.

A ideia foi desenvolvida ao longo do último ano e basta entrar no empreendimento para entender que a lógica inicial do negócio - de ser loja de produtos orgânicos, low carb, etc, que abriga um café bistrô de comida saudável - mudou completamente.

A nova filial é uma grande praça de alimentação própria - das boas!, que também oferece o serviço de empório. O amplo food hall tem todas as operações mantidas pelo Greenmix - estação de sushi, de café e panificação, estação de saladas, bar e estação de massas, pizzas e grelhados, com exceção da adega, que fica sob responsabilidade do pessoal do Entre Vinhos Store.

Com projeto do escritório Humberto Zirpoli, o espaço com mais de 1.000m², tem pé direito alto, boa iluminação e acomoda 250 pessoas. O bar de drinques e cerveja tem balcão independente, e bancos altos para o cliente que quiser bebericar algo e ir embora.

Com tantos preparos distintos do seu trabalho contínuo nas outras lojas, como o cardápio japonês e as pizzas de fermentação natural, a chef Mariana Dias buscou o reforço de consultores para implantar os preparos e as técnicas que não integram a rotina da sua cozinha, levando em consideração as peculiaridades da marca. O resultado é um repertório diversificado e gostoso, com opções para todos os gostos.

ADAPTAÇÕES
O menu japa carrega detalhes que fazem grande diferença no resultado final. Nada leva açúcar, nem mesmo o molho que tempera o arroz dos sushis, substituído por xilitol e eriritrol. O arroz negro surge em alguns rolls conferindo textura e aporte nutricional interessante - tem mais fibra e proteína, assim como o abacate que finaliza e é recheio de outras enrolados.

O cuidado com a apresentação vai da técnica de enrolar à montagem nas cerâmicas assinadas por Hideko Honma, a mais prestigiada de São Paulo. Da seleção oriental ainda constam pokes, ceviches e temakis. O shoyu oferecido é macrobiótico sem glúten ou em uma versão elaborada a partir do coco.

CARBO

Na estação de grelhados, pizzas e massas, tudo parece bom, mas é complicado uma salada duelar com uma pizza de borda alta sob fermentação natural por 24 horas. Assada em forno elétrico, pode-se escolher entre massa integral e tradicional, ou mesmo optar pela massa low carb de couve-flor, com coberturas caprichadas.

Provamos a pizza portuguesa, que teve uma única substituição em relação à receita original, em vez do presunto comum, o Parma (R$ 53). Mas quem anda balançando o coração dos clientes é a pizza de burrata - com molho de tomate natural, muçarela, tomate seco da casa, pesto de manjericão e uma burratinha por cima de tudo. Custa R$ 65.

A muçarela que recobre o disco de massa é free lactose. Eu arriscaria a pizza trufada, com duas muçarelas (vaca e búfala), molho e azeite trufados (R$ 63). Concorrência à altura são os pratos de massa feitos na casa com farinha italiana tipo 00 e farinhas integrais. O sorrentini de brie é um desses arrasa-quarteirão da categoria (R$ 39), com nozes e mel trufado.

As carnes grelhadas têm os valores mais amigos, que incluem duas guarnições à escolha: filé ou sobrecoxa de frango, steak do vazio angus, filé, ancho angus, salmão, atum, camarão, tilápia, robalo, hambúrgueres de carne, salmão e vegano. Variam de R$ 29 a R$ 45.

O BAR

E os drinques? São funcionais? Olha, o mixologista João Morandi fez o possível para que a carta de bar ficasse criativa e refrescante, a partir do uso de kombuchas, infusões e xaropes artesanais, especiarias e tônicas orgânicas, vale dar uma chance ao balcão.

O mix star martini (R$ 21) é a síntese disso: leva vodca Ketel One, maracujá, água de coco e kombucha orgânica de baunilha. O leve gin é preparado com a dupla Tanqueray e Desinchá, mais melancia, água de coco e infusão de hibisco (R$ 27).

Leia também
Um pedaço do Líbano no coração de Casa Forte
Rotulagem de Alimentos


CAFÉ
Completamente diferente da oferta de cafeteria das duas irmãs mais velhas, o food hall contou com o expertise do barista Gustavo Rocha, que mergulhou completamente no ideal do grupo e criou bebidas com pegada funcional, como o mocha brigadeiro de whey (R$ 14) e o blue latte (R$ 10) - em que leite é misturado a espirulina, uma alga azul/verde com muitos benefícios à saúde, e ganha cor azul. Além do matcha latte, com leite, matcha e xarope sem açúcar de gengibre (R$ 10).

SERVIÇO
Greenmix Universo Saudável
Endereço: RioMar Shopping, piso L2
Informações: 98290.0638

 

Veja também

Saiba a diferença entre o vinho natural, orgânico e biodinâmico
Vinho

Saiba a diferença entre o vinho natural, orgânico e biodinâmico

Breja Mais lança kit harmonizado para atrair cervejeiros
Cerveja

Breja Mais lança kit harmonizado para atrair cervejeiros