Sabores

Hamburgueria vende sanduíche tipo smash

Yankee Burguer tem lanches a partir de R$ 14

Cachorro-quente e milk-shake também compõem o menu enxuto da Yankee Cachorro-quente e milk-shake também compõem o menu enxuto da Yankee  - Foto: Ed Machado

Quem não conhece o conceito smash burguer, popular há um tempo entre os americanos, pode entender na prática com a nova Yankee Burguer, recém-inaugurada na rua Regueira da Costa, no bairro do Rosarinho. A casa abre inspirada na operação nova-iorquina Shake Shack, onde o disco de carne, menor do que os artesanais robustos, é esmagado por um tempo na chapa quente, formando uma crosta ao redor da proteína.

O objetivo é aumentar a agilidade do preparo, sem perder o sabor na mordida. O blend feito da raça Angus é moído até conseguir a gramatura máxima de 100g. Mais compacto e menos oneroso ao bolso.

No novo endereço, o pulo do gato vai para o pão feito com batata, resultando numa bola de textura macia que não encharca com o suco da carne e nem se esfarela na mão. No cardápio, ele aparece nas três opções de hambúrguer.

O primeiro da lista segue o básico com carne e queijo, seja na versão simples (R$ 17) ou duplo (R$ 24). Mas também há sugestão robusta, como o que também leva bacon e picles, a partir de R$ 18.

O cardápio é assinado pelo chef Lucas Bassoleil, ex-Town Sandwich, de São Paulo. Está fixado na parede principal do salão, para o cliente escolher e se dirigir ao caixa, bem ao estilo casual. Além dos burgers, duas opções de cachorro-quente.

O yankee dog leva salsicha Frankfurt, mostarda da casa e cebola salteada (R$ 14). Já o cheese dog leva molho de queijo, tomate e picles (R$ 19). E, já que a casa trabalha com chope artesanal e cerveja long neck, as fritas ganham status de petisco incrementado.

Prova disso é o charque fries, inspirado na batata-frita da Z Deli Sandwich, em São Paulo, que, por cima dos palitos ostenta pedaços de pastrami. Por aqui, no lugar da carne originada do peito bovino, está a carne seca típica do Nordeste, servida ainda com queijo fundido, sour cream e cebolinha (R$ 24).

Mas o que vem chamando atenção em termos de consumo é o milk-shake. São muitos o que seguem o hábito americano de acompanhar o sanduíche com o tal leite maltado acrescido a outros ingredientes. A dica é pedir o de doce de leite, com a cremosidade certa, por R$ 14, os 400ml. Tem ainda o de Oreo, Ovomaltine e Nesquik.

PRATICIDADE
Feito o pedido, não espere atendimento no espaço com capacidade para 60 pessoas, incluindo a área externa. Praticidade de serviço, que parece atrair o público jovem em grupo de amigos.

A ideia é do empresário Eduardo Pernambuco, que também administra a marca pernambucana Nuts, desenvolvida como franquia. Mesmo modelo de negócio que promete aplicar na Yankee, futuramente.

Leia também
Brasa no Quintal chega aos 2
McDonald’s lança sanduíche criado em um reality show argentino


Ainda segundo ele, a ideia é oferecer o clima de sociabilidade. “Não à toa, somos o primeiro estabelecimento privado a contar com parklet”, reforça, citando o pequeno espaço de convivência instalado como ampliação da calçada.

SERVIÇO
Endereço: rua Regueira da Costa, 70, Rosarinho
Funcionamento: de terça a domingo, a partir das 18h
Instagram: @yankeeburger.br

Veja também

Festival de churrasco BBQ Show anuncia primeira edição no Recife, em julho, no Parador
Sabores

Festival de churrasco BBQ Show anuncia primeira edição no Recife, em julho, no Parador

"Enfezado nunca mais": nutricionista Thaís Araújo vem ao Recife lançar seu livro, nesta quarta (22)
metabolismo

"Enfezado nunca mais": nutricionista Thaís Araújo vem ao Recife lançar seu livro, nesta quarta (22)

Newsletter