Saúde

Jejum pode aumentar a longevidade, segundo pesquisa

Ficar por horas sem comer é uma prática que não pode ser seguida por toda a população, segundo especialistas

Jejum intermitente é prática que visa o emagrecimentoJejum intermitente é prática que visa o emagrecimento - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Comer menos vezes ao dia seria o segredo para a longevidade? Assim indica um estudo publicado pela revista Nature Metabolism, que trata de uma experiência americana feita com camundongos. No recente levantamento, os cientistas estudaram a diferença ocorrida entre os animais divididos entre os que ingeriram mais e menos calorias. O balanço final apontou que aqueles que tiveram uma única refeição tinham expectativa de vida maior em relação aos que mantiveram a rotina normal.
 



O hábito de comer com intervalo de 12h a 24h consiste no chamado jejum intermitente. A forma mais comum envolve 16 horas sem comer e oito horas para se alimentar de fato.  

Como proceder?

Segundo a nutricionista Aline Gomes, “após o período de jejum é recomendada a ingestão de uma dieta balanceada, rica em fibras, com verduras, legumes, além da redução de açúcares, com alimentos de baixo índice glicêmico”. 

Em geral, não é indicado pa­ra crianças, indivíduos com comor­bidades, diabetes e hipertensão, além de pessoas com anemia, insuficiência renal ou que precisam usar remédios controlados diariamente.


Emagrecimento saudável

“É importante entender que essa estratégia, como qualquer outra, tem suas limitações e suas regras. Cada pessoa tem sua necessidade. Ou seja, o que pode ser bom para um pode não ser para o outro”, reforça Aline.
De acordo com a nutricionista Camila Monteiro, da Konjac Massa MF, a prática é responsável pelo emagrecimento, se realizada de maneira correta. É que, no jejum intermitente, a perda de peso acontece porque o organismo utiliza a própria gordura do corpo como fonte de energia, e não a glicose, como no caso de carboidratos e doces. Isso faz com que a gordura seja queimada de forma natural que, junto da diminuição de calorias diárias que o jejum intermitente proporciona, contribui para o emagrecimento. 

“O que as pessoas fazem de errado é justamente realizar o jejum intermitente todos os dias. O importante é controlarmos a quantidade de carboidratos durante a janela alimentar, não exagerando na quantidade de alimentos ingeridos, para evitarmos o aumento da carga glicêmica. Isso faz com que sintamos fome mais rapidamente e que ocorra o acúmulo de gordura no corpo”, explica.

Veja também

Bob's realiza Festival de Verão com milk-shakes e sorvetes especiaisGeladíssimo

Bob's realiza Festival de Verão com milk-shakes e sorvetes especiais

Uísque especial 'La Casa de Papel' chega ao Brasil às vésperas da estreia da última temporadaEspecial

Uísque especial 'La Casa de Papel' chega ao Brasil às vésperas da estreia da última temporada