Nez Bistrô chega aos 10 anos

Restaurante comemora a virada mantendo padrão de qualidade e proposta clássica

Base clássica continua a orientar a gastronomia do NezBase clássica continua a orientar a gastronomia do Nez - Foto: Bruna Valença/Divulgação

Um aluno nota 10. É assim como nos referimos a alguém que realizou algo com mérito, que obteve êxito em algum projeto. O Nez Bistrô, do empresário Marcelo Valença, carrega um belíssimo 10 no seu boletim gastronômico.

Está comemorando uma década de trajetória ininterrupta no mesmo endereço e vendendo a mesma proposta ao longo dos anos. Está aí um dos pilares de sua durabilidade: manter-se fiel a uma identidade, mesmo diante das tempestades econômicas, políticas e culturais que, inevitavelmente, impactam o bolso do consumidor.

Fidelidade também é o que vemos na manutenção do elegante cardápio de sotaque clássico, há alguns anos assinados pela chef consultora Marcela Souto. Ingredientes de boa qualidade e preservação do estilo culinário são pontos focais nessa história de bem-sucedida. "A gente trabalha com produtos de primeira qualidade.

Já tirei pratos do cardápio porque os fornecedores não conseguiam manter a matéria-prima no padrão", resgata o empresário. Sem esquecer, jamais, que a cara de antiquário de luxo faz com que o Nez seja um dos mais belos e românticos restaurantes do Recife.

A engrenagem toda, entretanto, vai além da cozinha e conta com toda a família. Na retaguarda, Mônica Tenório, esposa de Marcelo, fica à frente de controle, pagamentos, gestão. Já Bruna Valença, fotógrafa e filha, responde pelas redes sociais e fotografia do restaurante. Enquanto a outra filha, a blogueira Camila Coutinho, dá aquele reforço no RRPP do restaurante, promovendo, mesmo que de forma não oficial, junto a um mailling de famosos.

Comida
Nas comemorações dos 10 anos, aliás, Camila tem uma participação ainda de maior destaque. O seu blog Garotas Estúpidas serviu de inspiração para a criação do novo prato da Boa Lembrança da casa. A receita, feita por Marcela, reúne camarão grelhado, risoto cremoso de quinoa com aspargos frescos, abobrinha e alho-poró, redução de vinho e emulsão de limão siliciano.

A pegada leve reflete a fase fitness de vida da blogueira. Com todos os ingredientes que ela adora. O prato é individual, mas farto, e custa R$ 115. O cliente leva para casa uma cerâmica com nome e ano da receita para pendurar na parede.

Mais algumas poucas estreias marcam a virada de calendário, mas a espinha dorsal permanece. O gratin de prima donna é petisquinho que rende muitas postagens no Instagram. Consiste em vários cubos do queijo italiano crosteados com açúcar e maçarico. A burrata apúlia também tem sotaque italiano. A bolinha da burrata é servida sobre tartare de tomate trufado, mais pesto e torradas (R$ 59). Ambos, para dividir.

Outra tradição da casa é o camarão crocante, opção principal, preparado com o crustáceo empanado em farinha panko, guarnecido com risoto de alho-poró e chip de Parma (R$ 78). O robalo com ravióli de banana da terra na manteiga de sálvia e amêndoas torradas também não é de se dispensar. Sai a R$ 74. Um dos campeões de audiência é o mignon de prima donna (R$ 69): tournedor grelhado com crosta do queijo e ervas, molho rôti e risoto de vinho malbec.

A carta de vinhos é uma atração à parte. Um parque de diversões para maiores de 18 anos, eu diria. Conta com o respaldo do fornecimento da distribuidora Zahil, conhecida por ventilar ótimos rótulos estrangeiros. A lista ganhou um tom mais didático, com descrições mais detalhadas e orientações de harmonização.

A única exceção são os vinhos Guaspari, fora do portfólio da empresa, produzidos no interior de São Paulo, que vêm despontando como revelação entre as vinícolas brasileiras.

SERVIÇO
Nez Bistrô - Praça de Casa Forte, 314, Casa Forte. Informações: 3441.7873

Veja também

Primeiro espumante da nacional Miolo completa 25 anos
Vinho

Primeiro espumante da nacional Miolo completa 25 anos

Aprenda a fazer um lombo suíno para o almoço
Receita

Aprenda a fazer um lombo suíno para o almoço