A-A+

Saúde

Banana é superalimento para a saúde do corpo

Conheça os benefícios da fruta, que vão além do conhecido aporte do mineral potássio

Fruta originária da Ásia oferece vitaminas, sódio e magnésioFruta originária da Ásia oferece vitaminas, sódio e magnésio - Foto: StockSnap/Pixabay

Popular entre os brasileiros. Não à toa, existe no calendário gastrô uma data só para ela, comemorada no último dia 22 de setembro. Versátil, a amarelinha é farta em benefícios para a saúde como um todo. Além de ser rica em potássio, que ajuda a reduzir a pressão arterial, o alimento tem outros nutrientes importantes ainda desconhecidos, segundo profissionais de saúde.
 



De acordo com a especialista em nutrição clínica, Jéssica Araújo, “possui ainda vitaminas A, C e do complexo B (B1, B2, B6 e B12), cálcio, zinco, fósforo, sódio, magnésio e ferro’’. De acordo com a nutricionista, a fruta também auxilia a diminuir a tendência para algumas doenças, reforçando vários processos importantes para o organismo. “Pode ajudar a reduzir o risco de doença cardiovascular, mais propriamente pelo seu efeito na diminuição do colesterol e pressão arterial. Dá resistência aos vasos sanguíneos, ajuda na regulação do sistema nervoso e ajuda na prevenção das cãibras”.

Mitos sobre treinos

Quem está focado em perder peso ou ganhar massa muscular pode inserir a pedida no cardápio. Há mitos sobre a fruta, uma delas é a alta taxa calórica. A nutricionista especialista em emagrecimento e hipertrofia, Rayssa Serpa, explica que para os dois processos o consumo pode ser feito. “Para quem busca emagrecimento é importante que a banana, assim como qualquer fruta seja associada a uma fonte de fibras para que se tenha mais saciedade. Por exemplo, banana com iogurte natural”, destaca.

Rayssa ainda diz que para ganhar massa muscular, a fruta é, sim, ideal, já que sua taxa calórica, por ser mais elevada que outras frutas, auxilia aquelas pessoas que têm dificuldade de ingerir maiores quantidades de comida. De acordo com a nutricionista Andréia Vasconcelos, esse alimento pode ser uma das principais opções de pré-treino, já que auxilia no ganho de energia. “Normalmente, nos pré-treinos, o que eu mais indico é banana, por ser mais prática. Como é uma das fontes de carboidrato - relacionado à produção de energia, (o consumo) é interessante para quem treina e também para quem faz qualquer atividade física’’, diz. 

Ingestão equilibrada

Tudo em grande quantidade faz mal, aqui não seria diferente, pois todo alimento deve ser ingerido de forma equilibrada. Andréia ainda destaca que não existe uma quantidade certa para determinado nicho, o necessário é consultar um especialista para inserir a fruta no cardápio alimentar. “A quantidade de cada pessoa é individual e deve ser feita de acordo com o plano alimentar, que estará tudo calculado junto com as outras refeições do dia. Pode consumir uma banana por dia, não tem problema, mas é interessante ir variando com outras frutas, porque cada uma tem seu nutriente, além de que a pessoa vai ter outros benefícios”, pondera.

Diabéticos também podem comer. Para inserir o item é necessário ficar atento à quantidade. ‘’Dizem que diabéticos não podem comer banana, mas podem sim. Realmente, tem que ter cuidado na quantidade, na oferta, como vai ser inserido no dia a dia. Eu sempre aconselho diabéticos a consumir uma fruta mais acompanhamento, por exemplo, banana com aveia, ou algumas sementes, como chia, linhaça. Fontes de fibras ajudam no controle glicêmico’’, conclui a nutricionista. 

Veja também

No dia 16 de outubro, comemora-se o Dia Mundial do Pão; saiba mais sobre o alimento
Pães

No dia 16 de outubro, comemora-se o Dia Mundial do Pão; saiba mais sobre o alimento

Primavera: saiba quais são as frutas e verduras em alta na estação
Saúde

Primavera: saiba quais são as frutas e verduras em alta na estação