Planeje sua alimentação nesses dias em casa

Especialistas de saúde orientam como não sair da dieta em tempos de isolamento social

Alimentação nos dias de isolamentoAlimentação nos dias de isolamento - Foto: Ed Machado/Divulgação

A rotina dentro de casa não é mais a mesma desde o início da quarentena. Com a família reunida por mais tempo, fica difícil conciliar o hábito alimentar de cada um, tendo as múltiplas tarefas do esquema home office em paralelo. Se você já anda preocupado com o resultado disso no futuro próximo, saiba que planejar as refeições ajuda a equilibrar o consumo de calorias e, mais ainda, evitar que você estoque ingredientes desnecessários neste período.

Segundo os nutricionistas, a primeira ação é pensar em um cardápio saudável coerente com o estilo da família. Na maioria das vezes, não é preciso ir em busca de receitas muito elaborados, que demandem ingredientes difíceis. Prefira os itens que estão ao alcance de todos. “Agora é o momento de moderarmos nossa ingestão alimentar, principalmente na questão da qualidade, pois alguns nutrientes protegem nosso corpo, servindo como manutenção da nossa saúde. Por isso, faça escolhas por produtos com boas fontes de zinco, vitamina A, vitamina D e vitamina C. Quanto mais colorido, melhor”, aponta a nutricionista esportiva e estética, Jeane Bortoletto.

Com uma noção de cardápio traçada, é hora de estabelecer rotinas. Nada de emendar a hora do trabalho com a do almoço ou comer em cima do computador. Nem mesmo deixar que as crianças passam da hora de brincar, quando deveriam fazer um lanche saudável ou beber água. “Importante estabelecer uma rotina de horários em relação à alimentação, como desjejum , lanche, almoço e jantar, sem prejudicar a rotina de trabalho”, acrescenta a nutricionista clínica, Fabiana Freire. Uma boa alternativa, nesse planejamento, é porcionar os ingredientes que serão utilizados na semana e guardá-los na geladeira. Para os casos em que o consumo tende a acontecer em um período maior, a orientação é congelar carnes e legumes.

Leia também:
Desnutrição e obesidade
Saiba como manter a imunidade em alta

O que preparar?
“Nesse momento dietas da moda são totalmente desaconselhadas, visto que restringem nutrientes e podem causar uma falência do sistema imunológico do paciente. Para garantir um bom funcionamento do organismo, afastar doenças e limpar o corpo para que ele se transforme em uma máquina de saúde, é preciso que alimentos ricos em vitaminas C e E, betacaroteno e zinco, entre outros, estejam constantemente presentes em nossos pratos”, reforça Fabiana. Ainda segundo a especialista, nesses dias de ansiedade, a procura por alimentos calóricos tende a aumentar. A solução é preparar pequenos lanches para toda a família.

“Sempre que possível, é importante convidar as crianças para colocarem a mão na massa do preparo desses alimentos.Incluí-las nessa tarefa gera uma expectativa na hora de provar, sejam biscoitos, barrinhas, pão de queijo ou picolés naturais de sobremesa”, conclui Fabiana. Para os adultos, algumas escolhas podem fazer a diferença logo pela manhã, como um copo de suco de laranja, café com leite desnatado e pão integral. Nos intervalos das principais refeições, a sugestão é incluir frutas, sementes e castanhas. Por fim, no jantar, vale ir por refeições mais leves, para não atrapalhar a hora do sono, como uma boa canja de galinha ou tubérculos.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Brasil na final da ginástica artística, mas longe do pódio
JOGOS OLÍMPICOS

Brasil na final da ginástica artística, mas longe do pódio

'Misto quente chique' elimina a estilista Juliana do MasterChef
Masterchef

'Misto quente chique' elimina a estilista Juliana do MasterChef