Prá Vocês doa coleção de placas para a Fundaj

Restaurante encerrou as atividades em fevereiro passado

Placas eram uma tradição no bar e restaurante no bairro do PinaPlacas eram uma tradição no bar e restaurante no bairro do Pina - Foto: Acervo Prá Vocês/Divulgação

Leia também

• Como será o novo restaurante?

• Restaurante de Noronha abre delivery no Recife

• Bares e restaurantes voltam a ter atividades musicais

Um belo capítulo das tradições do Recife teve fim em fevereiro deste ano com o fechamento do tradicional restaurante Prá Vocês, no bairro do Pina. Em funcionamento desde 1938, o estabelecimento vinha sofrendo intempéries financeiras há algum tempo, segundo o jornalista Luiz Felipe Moura, responsável pela transferência das famosas placas do espaço gastronômico para o Centro de Documentação e de Estudos da História Brasileira (Cehibra), da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). 

Idealizada há 42 anos pelo jornalista Augusto Boudoux, a coleção surgiu como possibilidade para ampliar o faturamento do lugar. “Ele tinha voltado de Paris e contou que viu as placas de madeira em botequins da capital francesa, o quanto as pessoas comentavam a respeito. Em um almoço foi decidido que a alternativa seria adotada para salvar o restaurante”, recorda Luiz Felipe. A coleção tem 332 placas que homenageiam personalidades locais.  

Em 82 anos de funcionamento, o Prá Vocês recebeu muitas figuras ilustres da Capital pernambucana, como Fernando Freyre (1943-2005), ex-presidente da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e filho do sociólogo Gilberto Freyre, e o saudoso frevista Capiba (1904-1997). 

A escolha da Fundaj para a doação foi acertada entre Luiz Felipe e João Alberto, pelo trabalho de proteção e conservação de acervo e se tratar de uma Instituição que preserva a memória e valoriza o patrimônio artístico, histórico e cultural brasileiro. “É com orgulho que recebemos esse patrimônio da cidade do Recife. As placas denominativas marcam a importância deste reduto, no Pina, para a sociedade do século 20 e evidencia o grande desejo do homem: ser imortal. Essa casa compreende o respeito que presta aos que foram, mas aqui continuam, e, por sua vez, assegura que os que virão não esqueçam da ‘cidade imaginária’ e dos que nela habitaram.”

Curadoria
Como os homenageados eram escolhidos para receber a placa? A cada dois meses, cinco amigos - mais tarde, nove - indicaria alguém à homenagem. “O aval só era dado após a aprovação da comissão julgadora. A primeira delas foi confeccionada, em 1978, com o nome ao empresário George Permann.

 

Veja também

Primeiro espumante da nacional Miolo completa 25 anos
Vinho

Primeiro espumante da nacional Miolo completa 25 anos

Aprenda a fazer um lombo suíno para o almoço
Receita

Aprenda a fazer um lombo suíno para o almoço