Sabores

Quais tipos de café devo usar em uma cafeteira expresso?

Foto: Pixabay

Nada como uma boa xícara de café para começar o dia, não é mesmo? Por isso a cafeteira expresso faz tanto sucesso, excelente máquina para quem não abre mão do cafezinho. O equipamento proporciona mais qualidade ao café; extraindo o melhor do sabor e oferecendo uma bebida encorpada.

A cafeteira expresso cumpre a tarefa de modo rápido e prático, sem gastar muito tempo ou dificultar a questão manual. Além disso, suas funcionalidades permitem variar nos tipos de café, tornando a experiência ainda mais saborosa, sofisticada e diferenciada.

Entretanto, o sistema de cápsulas pode confundir algumas pessoas, que acabam se enrolando na aplicação. E pelo temor em não saber operá-la, outras veem a compra como uma incógnita. 

Vale a pena buscar as orientações necessárias para ter um café delicioso e cheio de sutilezas. Sendo assim, saiba quais tipos de café usar em uma cafeteira expresso.

 

Principais tipos de pó de café para cafeteira expresso

Café em sachê
Geralmente, o tipo de café em sachê é um dos mais escolhidos para preparar a bebida na cafeteira expresso. Isso acontece devido a altíssima qualidade dos grãos, que já vêm moído e finalizado para preparo. 

Os fabricantes utilizam papel-filtro, nitrogênio para embalar os grãos e um gás (que não influencia no sabor) para conservá-lo. Sem falar no personagem principal: grãos de café cheios de aroma e excelência na estrutura e no paladar.

O tamanho conhecido como padrão ESE (easy serving expresso) é o indicado pelos produtores da bebida. Mas, isso não é um fato aleatório. O volume do sachê serve para todas as máquinas de café, incluindo a cafeteira expresso de que falamos. 

Outro ponto importante sobre o sachê consiste na escolha pela dose única, que vem com 7g. Ou ainda pela dose dupla, 14g. 

Café expresso em cápsulas
Com a expansão da tecnologia também nesse ramo, grandes marcas investem pesado na funcionalidade do equipamento de fazer café. São diversas vantagens que abrangem sabores, propriedades, misturas e valorização da bebida. Desse modo, as cápsulas de café ganham espaço na mesa nas primeiras horas do dia, durante o lanche da tarde e etc. 

Mas, qual é a diferença entre o café expresso em cápsulas ou em sachê? Bem, a principal variedade consiste na embalagem. Esta que oportuniza maior proteção ao pó de café, com seu revestimento de plástico e alumínio. Bastante diferente do papel-filtro do sachê que citamos.

Ainda assim, a quantidade e o preparo também apresentam diferenças. As cápsulas contém 5g a 8g, e o preparo com este tipo de café se dá em máquinas específicas. Apenas onde há repartições para incluir este modelo de embalagem. Contudo, é bom ficar ligado na quantidade de água depositada, pois ela oferece o controle de intensidade do café. 

A bebida pode ficar fraca ou forte demais dependendo da quantidade de água colocada na cafeteira junto às cápsulas. Vale ressaltar outro benefício de quem opta pelo modelo: não produz sujeira com o pó na cozinha.

Café em pó tradicional
O café em pó tradicional, aquele encontrado nos supermercados, pode ser preparado em uma cafeteira expresso com essa alternativa. Porém, há um desafio na escolha de grãos de qualidade, que facilitem a torrefação e a moagem. 

Embora seja a alternativa mais popular pelos consumidores da bebida, o café em pó tradicional traz certas impurezas.

A fim de vencer este problema e aproveitar uma degustação deliciosa, basta priorizar um café com ótimas propriedades. Isto é, grãos de alta categoria.

Café em grãos
Um dos tipos de café com melhor apreciação depois de passar pela cafeteira expresso é o café em grãos. Este tipo, mesmo após o processo da máquina de café, mantém seus atributos originais, como aroma e sabor. O que aponta que o modelo de preparo é o ideal para garantir um café encorpado e mais forte.

Ao serem colocados em um local próprio da cafeteira, os grãos são moídos de maneira efetiva. Extraindo um café quente e forte, separando-o da borra, que por sua vez é direcionada a outra seção. 

Justamente por preservar a estrutura e originalidade do café, não é o tipo sugerido para quem gosta de paladar leve.

Créditos: reviewcafe.com    https://reviewcafe.com.br/cafeteiras-expresso/

Veja também

Dia do Garçom: conheça histórias de profissionais antigos no Recife
Gastronomia

Dia do Garçom: conheça histórias de profissionais antigos no Recife

Aprenda os truques do bolo inglês tradicional
Receita

Aprenda os truques do bolo inglês tradicional