Sabores

Quer emagrecer? Modere na bebida alcoólica

Algumas preparações alcoólicas podem trazer o peso calórico contraindicado para quem está de olho na balança

Drinques costumam ter o incremento de outros ingredientesDrinques costumam ter o incremento de outros ingredientes - Foto: Leo Motta/Arquivo FolhaPE

Você se alimenta de forma saudável todos os dias, mas no final de semana exagera no bar? Cuidado, esse hábito pode estar atrapalhando a sua dieta. Cada grama de álcool puro produz sete calorias. Entretanto, o valor calórico de cada tipo de bebida varia de acordo com o seu teor alcoólico.

Uma garrafa long neck de cerveja, que equivale a 355 mililitros, contém 149 calorias. Uma taça de vinho tinto (148 ml) possui aproximadamente 96 calorias, enquanto o Champanhe (148 ml) fornece 84 calorias. Já uma dose de uísque (44 ml) conta com 98 calorias em média. No caso dos drinques, é preciso fica de olho também nos ingredientes adicionais, como leite condensado, frutas, creme de leite e refrigerantes. Mas o valor calórico não é o único fator que deve ser levado em conta na hora de decidir o que beber.

“É importante falar também sobre o índice glicêmico de cada bebida. Quanto mais alto ele for, maior será a síntese de células de gordura. A cerveja, por exemplo, tem um elevado índice glicêmico e, por isso, ela tem o poder de promover um ganho de peso maior do que as bebidas destiladas, como o uísque”, explica a nutricionista funcional Joyce Moraes (@nut_joyce_moraes).

Não é apenas a balança que pode ser afetada pelo consumo em excesso de bebidas alcoólicas. De acordo com a profissional, o álcool pode trazer graves prejuízos à saúde. “Qualquer bebida alcoólica, das mais fortes às mais leves, sobrecarregam o fígado. Quando isso ocorre, a pessoa fica mais suscetível a uma série de problemas, como esteatose hepática (acúmulo de gordura nas células do fígado), distúrbio hormonal, dificuldades na digestão e na absorção de nutrientes”, aponta.

Leia também:
Nutrição é fator decisivo na compra
Dia da Saúde e Nutrição
Nutrição: verão é tempo de consumir pratos leves


No entanto, para quem não dispensa “tomar uma” de vez em quando, Joyce Moraes afirma que é possível beber sem culpa. “É importante consultar o seu nutricionista. Recomendo que esse assunto seja abordado durante a consulta. Se você tem o hábito de beber vinhos, por exemplo, seu profissional pode mostrar quais seriam os tipos de vinho e os acompanhamentos mais indicados no seu caso, dentro da dieta prescrita e dos objetivos fechados”, aconselha.

Ainda de acordo com a nutricionista, a quantidade de álcool que pode ser ingerida depende do sexo, faixa-etária, percentual de gordura, altura e outros fatores clínicos de cada pessoa. Uma regra que vale para todos os casos é nunca consumir bebidas alcoólicas se estiver fazendo uso de medicamentos. “É algo que tenho visto muito no meu consultório e é absolutamente contraindicado. É essencial sempre consultar seu médico nessa situação”, alerta.

Veja também

Prefeitura de Caruaru divulga calendário oficial das Comidas Gigantes 2022
Sabores

Prefeitura de Caruaru divulga calendário oficial das Comidas Gigantes 2022

Shopping Recife recebe a 5° edição do Festival Gastrô
Festival Gastronômico

Shopping Recife recebe a 5° edição do Festival Gastrô