Consumidor

Mais do que comida: consumidor de restaurante moderno busca vivenciar experiências

Ter a tecnologia como aliada é a "chave" para que isso aconteça, de acordo com o CCO da ACOM Sistemas, Eduardo Ferreira

Restaurante: consumidor moderno busca vivenciar experiênciasRestaurante: consumidor moderno busca vivenciar experiências - Foto: Pixabay

O consumidor moderno busca, além de uma refeição saborosa e bem apresentada, vivenciar experiências. E para que isso aconteça, os restaurantes podem apostar na experiência do cliente, o que pode mudar significativamente os rumos de um negócio. Ter a tecnologia como aliada é a “chave” para que isso aconteça, de acordo com o CCO da ACOM Sistemas, Eduardo Ferreira. 

Ferreira participou, há um ano, da New Retail Federation (NRF), um dos eventos mais importantes do mundo no setor de varejo. 

“Uma das conclusões que o comitê chegou durante o evento foi algo que já vem sendo discutido nos últimos anos: o consumidor moderno não busca apenas uma refeição saborosa e bem apresentada; ele deseja vivenciar experiências. Estamos falando do cliente 4.0, um perfil de consumidor com características distintas, marcadas por altos níveis de exigência, adaptados ao mundo digital e com amplo acesso à informação”, destacou ele.

Segundo o CCO, diante da mudança no comportamento de consumo e da adoção de novos estilos de vida por grande parte da população, a integração da tecnologia com uma grande variedade de produtos ofertados, está levando os consumidores a reavaliarem sua relação com os estabelecimentos. 

Suas escolhas agora se concentram em empresas que oferecem mais do que apenas produtos ou serviços de qualidade, mas que proporcionem uma experiência diferenciada. 

“Hoje, não basta simplesmente vender um produto interessante. É fundamental envolver o cliente, utilizando os meios e plataformas adequados para encantá-lo. Caso contrário, você pode atrair sua atenção, mas não gerar o lucro esperado”, afirmou.

CCO da ACOM Sistemas, Eduardo Ferreira. Foto: Divulgação

E a tecnologia abre inúmeras possibilidades para quem quer transformar seu negócio. Os estabelecimentos podem aproveitar a tecnologia para aprimorar a experiência gastronômica, como aplicativos, Realidade Aumentada (RA) e Realidade Virtual (RV), cardápios digitais interativos, Inteligência Artificial (IA) e Análise de Dados, pagamentos sem contato, marketing digital e redes sociais, e cozinha inteligente. 

“Quando se lida com os recursos digitais de maneira estratégica, os estabelecimentos podem proporcionar uma experiência gastronômica mais envolvente, eficiente e personalizada para os clientes. E isso começa no backoffice do negócio. Processos integrados e automatizados com a ajuda de um ERP, por exemplo, faz com que o foco esteja em melhorar a experiência do cliente na ponta e não em tarefas repetitivas e burocráticas”, acrescentou Ferreira.

Veja também

Zona Norte do Recife terá novo restaurante de comida asiática; conheça o futuro Omar
Gastronomia

Zona Norte do Recife terá novo restaurante de comida asiática; conheça o futuro Omar

Alberto Landgraf ruma para os seis anos do seu restaurante Oteque; confira entrevista exclusiva
ENTREVISTA

Alberto Landgraf ruma para os seis anos do seu restaurante Oteque; confira entrevista exclusiva