Saúde

Rica em vitamina A, goiaba fortalece a saúde dos olhos

Aproveite a época de safra e conheça os benefícios de uma fruta com propriedades medicinais

Rico em vitamina A, goiaba fortalece a saúde dos olhosRico em vitamina A, goiaba fortalece a saúde dos olhos - Foto: André Nery/Folha de Pernambuco

A goiaba é uma das frutas da estação com safras que costumam se estender até o término do verão, no fim de março. Rica em fibras, vitaminas A e C, além de substâncias como licopeno, cálcio, magnésio, fósforo, potássio e ferro, traz diversos benefícios ao organismo, desde a melhora da visão ao antienvelhecimento da pele e prevenção a fatores cancerígenos.

“A goiaba ajuda a melhorar a visão, porque ela é fonte de vitamina A, que é responsável na prevenção da degeneração macular, da catarata e da cegueira noturna. Possui outros compostos antioxidantes como o licopeno, carotenoide e polifenóis que ajudam a prevenir vários tipos de cânceres. Além disso, estes antioxidantes ajudam  a combater os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce da pele”, explica a nutricionista Silvia Helena.


Segundo a profissional, a fruta pode ser consumida tanto por pessoas com diabetes quanto por quem possui o chamado intestino preguiçoso. “Pessoas com diabetes podem consumi-la, pois a pectina, uma fibra solúvel presente na fruta, vai ajudar no controle dos níveis de açúcar no sangue, além de ser uma fruta de baixo índice glicêmico. Já as pessoas com intestino preguiçoso vão se beneficiar com as fibras presentes na casca e polpa da fruta, pois melhoram o trânsito intestinal. Mas, para isso, é preciso ter uma ingestão adequada de água. Do contrário, po­de levar à constipação”, comenta.

Nesse caso, que envolve situações mais severas de intestino preso, é preciso estar atento para que as propriedades da goiaba não atuem de forma prejudicial. “Ela é contraindicada para pessoas que possuem constipação porque a pectina tem o poder de atrasar o trânsito intestinal. Esta fibra tem a função de  puxar a água que existe no lúmen intestinal para dentro das fezes, fazendo com que fiquem mais macias e, com isso, diminui o ritmo de funcionamento do intestino. Justamente por causa desta função que ela é indicada no tratamento da diarreia”, esclarece Silvia.

A nutricionista Belisa Alves, por sua vez, destaca a contribuição do alimento na prevenção de gripes e resfriados. “A goiaba é́ importante fonte de vitamina C, tendo um teor até́ sete vezes maior que em outras frutas cítricas. Ou seja, muito importante para o fortalecimento do sistema imunoló́gico, prevenindo gripes, infecçõ̃es e resfriados”, ressalta. E acrescenta: “També́m possui outros componentes importantes para nossa saú́de, como cá́lcio, importante na formação dos ossos e dentes, ferro, fundamental para a saú́de das nossas cé́lulas sanguí́neas, e fibras que ajudam a equilibrar o funcionamento do sistema digestivo. Inclusive, a casca deve ser consumida, pois é́ onde concentra grande parte dos nutrientes”.

Como explica Belisa, apesar de a goiaba também poder ser consumida verde, o ideal é que se prefira a fruta mais madura. “As frutas maduras possuem maior disponibilidade de seus nutrientes, ou seja, no seu auge do valor nutricional. A goiaba verde, dependendo da fase da sua maturação, pode apresentar componentes á́cidos e em excesso que levarão a desconfortos abdominais”, comenta. Em ambos os casos, aliás, a fruta possui o mesmo teor calórico.  


Consumo ideal
Para que seus benefícios sejam alcançados, ela pode ser consumida de forma balanceada durante a semana. “Para uma alimentação equilibrada é sempre importante consumir pelo menos três porções de frutas variadas ao dia para que nutrientes diferentes possam ser ingeridos e aproveitados pelo nosso organismo. Isso vale para todas as faixas etá́rias”, disse.

A orientação, aliás, também é reforçada por Silvia Helena. “Uma vez que estas vitaminas, minerais e demais compostos também podem ser encontrados em outros alimentos, não existe a obrigatoriedade de consumir diariamente a goiaba. Segundo o Guia Alimentar para a População  Brasileira, devemos priorizar o consumo de alimentos in natura, diminuindo os processados e evitando os ultraprocessados. Com esta prática, e elaborando pratos diversificados em verduras, legumes, cereais e frutas, estaremos consumindo todos estes compostos e nos beneficiando de suas ações no nosso organismo”, finaliza.

Veja também

Itens como macaxeira fornecem energia e garantem o fortalecimento do sistema imunológico
Saúde

Itens como macaxeira fornecem energia e garantem o fortalecimento do sistema imunológico

Tem formiga no prato: o sucesso das tanajuras e outros insetos na culinária
Comidas exóticas

Tem formiga no prato: o sucesso das tanajuras e outros insetos na culinária