Regional

Tradicional no Ipsep, Bar do Luna expande para a Zona Norte do Recife

Novo endereço oferece novidades no cardápio, sem esquecer a fartura da comida regional

Bar do Luna na Zona Norte do Recife Bar do Luna na Zona Norte do Recife  - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O Bar do Luna até poderia se manter no conforto de uma trajetória bem-sucedida, no bairro do Ipsep, na Zona Oeste do Recife. Mas, de lá, a história que se iniciou há mais de 30 anos agora abre uma extensão promissora na Zona Norte. Mais precisamente na Rua da Hora, no bairro do Espinheiro, em um casarão de 200m², cujo leiaute reforça a essência da cozinha regional que lhe trouxe até aqui, com um capítulo à parte para o chambaril.

A base culinária segue preservada. Comida farta, bem temperada e repleta de gatilhos afetivos, como se qualquer dia da semana fosse um domingo movimentado com mesa cheia. Não à toa, o público do “prato para compartilhar” impulsionou a abertura da nova unidade, segundo a chef Cláudia Luna. “Quando abrimos o delivery próprio na pandemia, a partir da cozinha do Ipsep, notamos uma demanda crescente na Zona Norte por pedidos tamanho-família. Foi um grande termômetro”, diz a filha de Seu Luna, que divide a sociedade com Ronaldo Luna e Paulo Neves.

Um reduto nordestino
A estrutura foi um ponto feliz nessa decisão. Diferentemente da casa da Zona Oeste, que iniciou a trajetória gastronômica da família em 1988, quando abriram espaço para servir os pratos na garagem, o novo endereço, que também abrigou outros bares conhecidos na cidade, ganhou um cenário condizente ao tema nordestino

 

Tons terrosos, tijolo aparente e outras referências regionais se espalham pelas áreas externa e climatizada, totalizando 150 lugares. O projeto arquitetônico é de Silvia Motta, com decoração feita pelo artista plástico Sérgio Altenkirch e grafite de Glauber Arbos.
 
Fartura regional
No começo dessa trajetória, a cozinha era comandada por Dona Elizete, a matriarca da família, cujo tempero é muito bem reproduzido pela chef Cláudia Luna. O chambaril, que conquistou até o chef Alex Atala em uma de suas visitas a Pernambuco, segue onipresente na ZN. Acompanha arroz, legumes e pirão, nos tamanhos (P) R$ 46, (M) R$108 e ‘O Rei da Casa’, que serve quatro pessoas, por R$ 140. Os clássicos continuam, a exemplo da dobradinha, da galinha à cabidela, da rabada e do cabrito guisado

As novidades se concentram nas opções de entrada. Para começar, carne de sol com bastão de macaxeira e purê de jerimum (R$ 38). Também vale a pena dar boas colheradas na favada de charque com crocante de macaxeira (R$ 33). As friturinhas fazem o acompanhamento perfeito com cerveja gelada ou drinques do cardápio. Leia-se pastel de chambaril (4 uni. R$ 24), além de bolinho de macaxeira e queijo de coalho (5 uni. R$ 27).

Para happy hour 
Segundo a chef, o desafio da nova operação é fazer as pessoas associarem o Bar do Luna também ao momento de happy hour e jantar, uma vez que, no Ipsep, o funcionamento é essencialmente no almoço. No Espinheiro, a happy acontece de terça à sexta, das 15h às 19h. O cardápio tem descontos como cerveja de R$ 13, por R$ 9, além de caldinhos de R$ 10, por 7. 

Serviço
Bar do Luna - Zona Norte
Endereço: Rua da Hora   
Funcionamento: Terça e quarta, 11h30 às 22h. Quinta: 11h30 às 23h. Sexta e sábado: 11h30 a meia-noite. Domingo: 11h30 às 18h
Instagram
 

Veja também

Projeto Comida de Jardim, em Olinda, oferece boa comida, música e vinho; confira
OLINDA

Projeto Comida de Jardim, em Olinda, oferece boa comida, música e vinho; confira

Dia da Macaxeira é comemorado no restaurante TiaTê, em Muro Alto; confira o menu
FESTIVAL

Dia da Macaxeira é comemorado no restaurante TiaTê, em Muro Alto; confira o menu

Newsletter