A-A+

Vinho

Vinhos produzidos na região do Maipú, na Argentina, chegam ao Brasil

CarinaE Viñedos Y Bodega conta com a assessoria de famoso enólogo francês na produção de seus vinhos. Conheça a história

CarinaE Viñedos Y BodegaCarinaE Viñedos Y Bodega - Foto: divulgação

Mendoza, na Argentina, é subdividida em cinco sub-regiões que contêm uma série de vinícolas. A principal entre essas áreas é conhecida como Primeira Zona, dividida nos territórios de Lujan de Cuyo e Maipú. É nessa última que está a CarinaE Viñedos Y Bodega, criada pelo casal francês Brigitte e Philippe Subra.



O nome faz referência a uma constelação observável no hemisfério sul, e como astronomia também é uma das paixões de Philippe Subra, e Mendoza é conhecida como um local de observação do céu, eis a origem. A vinícola, aliás, iniciou em 2003 com a ajuda do enólo francês Michel Rolland.

“Os vinhos da CarinaE têm algumas características marcantes, como o fato de serem muito secos em boca. É possível notar a estrutura e, como são encorpados, isso dá uma distinção a esses vinhos, que são facilmente identificados como oriundos da CarinaE”, explica Jonas Martins, sommelier e gerente Comercial da MMV, importadora de vinhos para o Brasil.

Jonas explica que os vinhos de Maipú são geralmente encorpados e com final longo e adocicado, resultado do clima seco e terroir. Porém, os vinhos CarinaE têm um final bem seco e marcante, reflexo dos cuidados e detalhes de sua produção. A produção lida com três espécies de uvas cultivadas: Syrah, Malbec e Cabernet Sauvignon. Essas uvas são utilizadas tanto em vinhos varietais quanto em blends (mistura) dessas uvas.

 

Veja também

Banana é superalimento para a saúde do corpo
Saúde

Banana é superalimento para a saúde do corpo

Culturas orientais sugerem o equilíbrio do corpo através da alimentação consciente
Gastronomia

Culturas orientais sugerem o equilíbrio do corpo através da alimentação consciente