Tendência: os tênis que vão dominar o Outono/Inverno

Os modelos já conquistaram o coração das fashionistas e prometem comandar a estação

Os modelos já conquistaram o coração das fashionistas e prometem comandar a estaçãoOs modelos já conquistaram o coração das fashionistas e prometem comandar a estação - Foto: Divulgação

As tendências de calçados chegam a cada estação, mas o que vem conquistando o coração de todos é, principalmente, o tênis. Por ser atemporal, eles chegam no Outono/Inverno compondo desde looks desportivos até os clássicos chiques, dando um toque mais cool. O site RJ separou alguns modelos que não vão sair dos pés das fashionistas nesta estação. Confira:

Tênis-meia

 

Tênis-meia

Tênis-meia - Crédito: Divulgação 

 

Os “tênis-meia” têm aparecido bastante nas passarelas há um tempo. Eles chegam em diversos modelos para todos os tipos de gostos e ocasiões. Os calçados com cadarço possuem uma pegada mais esportiva, mas também existem os com pedrarias que vêm cheios de estilo. Com certeza, este é o momento deles.

Nike Air Force

 

Nike Air Force

Nike Air Force - Crédito: Divulgação 

 

O modelo da marca fez, em 2017, 35 anos e continua aparecendo na lista dos tênis queridinhos das fashionistas. Seja cano alto ou cano baixo, o Air Force é um clássico que está cada vez mais ligado ao street e às passarelas.

Esportivos

 

Esportivos

Esportivos - Crédito: Divulgação

 

Já faz um tempo que os tênis de corrida começaram a ser utilizados fora das pistas. Compondo o look Sporty, eles vieram para incrementar ainda mais as produções descoladas e o melhor: com muito conforto.

Gum Soles

 

Gum Sole

Gum Sole - Crédito: Divulgação 

 

Para aquelas que não são tão fashionistas, mas também quer aderir às tendências, o Gum Soles é a escolha certa. O estilo retrô com um ar mais skatista dá um up mais urbano para o look.

Veja também

Pernambuco registra mais 99 casos e 12 mortes por Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra mais 99 casos e 12 mortes por Covid-19

Covid-19: governo reconhece calamidade pública na Bahia e no Ceará
Saúde

Covid-19: governo reconhece calamidade pública na Bahia e no Ceará